PORTUGAL FAZ-LHE BEM

11º

de 73
ver todos
Ver
mapa

Restaurante Paladar Zen

11º

de 73
ver todos

Situado no centro de Lisboa, procura oferecer uma cozinha vegetariana alternativa e saborosa, baseada em receitas e produtos de diversas proveniências, como a portuguesa e as de países mediterrânicos e orientais. Tanto ao almoço como ao jantar, é servido um buffet "all you can eat", com sopa caseira, 4 a 6 pratos quentes, sushi vegetariano e 12 tipos de saladas.

Acessos: Metro: Campo Pequeno. Autocarros: 16, 49, 54, 91, 727 e 732.
Ambiente e decoração: Sala ampla, com um pé direito elevado, com mobiliário de linhas direitas em madeira, e ambiente "clean romantic chic".
Dia(s) de Encerramento: Domingos, Feriados
Especialidades: Sopas: Sopa de alho francês com coentros, Sopa de cenoura com hortelã. Pratos quentes e Frios: Lasanha de Tofú, À Brás de legumes, Rancho com enchidos de soja, Esparguete à Bolonhesa com granulado de soja, Salada fria de Feijão Azuki, Lentilhas indianas, Massa de arroz chinesa, Sushi vegetariano, Legumes gratinados, Seitan com molho de cogumelos, Boulgour, Beringela assada. Sobremesas: Folhado de frutos silvestres, Mousse de manga, Mousse de maracujá, Semifrio de frutas, Bolo de chocolate, Cheesecake, Crumble de maça, Merengue de limão e manjar de côco.
Estacionamento: Não
Horário de Encerramento: 22:30
Lotação: 46
Necessidade de reserva: Aconselhável
Observações: Seviço personalizado de take away; Catering; Abertura exclusiva para eventos especiais (mesmo em dias de encerramento).
Preço Médio: 13.00
Recomendado para grupos: Sim
Serviços: Ar condicionado, música ambiente
Tipo de Restaurante: Vegetariana
Horário de Funcionamento: Das 12:00 às 15:00 e das 19:30 às 22:30.
Área para fumadores: Não Fumadores
Morada: Avenida Barbosa du Bocage 107 C
Código Postal: 1050 031 LISBOA
Tel: 217950009
E-mail: info@paladarzen.pt
Site: www.paladarzen.pt
Distrito: Lisboa
Concelho: Lisboa
Freguesia: Nossa Senhora de Fátima

Paladar Zen - Lisboa


Cozinha vegetariana para todos os paladares.


Ana Marta Ramos

Quatro a cinco pratos quentes, mais de uma dezenas de combinações frias, sopas, sobremesas e sumos naturais. A ementa muda diariamente e é rica em sabores, cores, texturas e combinações. Ah, e é 100% vegetariana.

Abriu a 13 de Maio de 2005 e já conquistou clientela habitual.

O restaurante Paladar Zen ocupa uma espaço amplo e rectilíneo na Av. Barbosa du Bocage, no centro da capital, fazendo jus à sua contemporaneidade na decoração e na música ambiente.

O Paladar Zen resulta de um sonho de conceber de raiz um espaço moderno e agradável onde a cozinha de fusão se fundisse com a matriz lacto-ovo-vegetariana. Criatividade é a palavra de ordem, de tal forma que a ementa varia de dia para dia, consoante a inspiração do chefe.

Os pratos são saborosos e apelativos aos sentidos. É precisamente por essa razão, e contra a ideia pré-concebida de que abraçar o vegetarianismo implica abdicar do prazer da boa mesa, que o Paladar Zen desafia os não vegetarianos a experimentar as suas propostas.

As refeições, tanto ao almoço como ao jantar, assumem a forma de bufete. Mediante um preço fixo (6,95 euros ao almoço e 9,80 ao jantar), o cliente pode servir-se de entre quatro a seis pratos quentes, uma sopa e uma extensa bancada de frios, que no Verão inclui uma sopa fria. Em complemento (à refeição e ao preço) existem ainda as bebidas, que incluem sempre um sumo natural do dia, as sobremesas e os cafés.

Cores e sabores

Os pratos sugeridos resultam de um trabalho de fusão entre as bases da cozinha portuguesa e as influências mediterrânica e oriental, revisitadas à luz do conceito vegetariano mais lato. Assim, sugestões como À Brás de legumes, Lasanha de abóbora com frutos frescos e Folhado de espinafres reúnem praticamente o consenso entre os clientes adeptos das mais diversas dietas alimentares.

As sopas, como a de alho francês com coentros ou a de cenoura com hortelã, não constituem grande desafio para os palatos mais conservadores, a não ser pela agradável surpresa das combinações de legumes pouco usuais e do uso de ervas aromáticas.

2005-06-21
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida