Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 7
ver todos

Restaurante O Eremita do Hotel Convento de São Paulo

de 7
ver todos

Localizado no Convento de São Paulo, na antiga Capela do Bispo, o restaurante O Ermita oferece uma viagem pela gastronomia alentejana. Pode ainda contar com excelentes doces conventuais e uma boa carta de vinhos.

Acessos para deficientes: Sim
Ambiente e decoração: Restaurante com serviço requintado e música ambiente.
Bar/Sala de espera: Bar e Sala de Espera
Dia(s) de Encerramento: Não encerra
Especialidades: Peixe: Bacalhau Conventual e Arroz de Tamboril com Camarão. Carne: Borreguinhos de azeite; Migas com Entrecosto; Bife do lombo com pimenta; Supremos de frango com pinhão e Pato com Azeitonas. Doces: Encharcada; Bolo de chocolate; Pudim; Sopa Dourada, Pão de Rala e Salada de Frutas
Estacionamento: Sim
História: Restaurante em sala forrada a azulejos do século XVIII e com tecto coberto de frescos.
Horário de Encerramento: 22:00
Lotação: 40
Necessidade de reserva: Aconselhável.
Período de Férias: Não encerra para férias.
Preço Médio: 28.00
Recomendado para grupos: Sim
Sanitários para Deficientes: Sim
Serviços: Ar condicionado.
Tipo de Restaurante: Portuguesa, Regional, Alentejana
Morada: Serra de Ossa
Código Postal: 7170 120 REDONDO
Tel: 266989160
E-mail: hotelconvspaulo@mail.telepac.pt
Site: www.hotelconventospaulo.com
Distrito: Évora
Concelho: Redondo
Freguesia: Redondo

Restaurante O Ermita - Redondo


Cozinha regional em ambiente monástico.


Paula Oliveira Silva

Possui o restaurante este nome tão original por se situar num antigo convento da Ordem de São Paulo, o Ermita. Azulejos azuis e brancos cujo motivo é a vinha e o vinho decoram as paredes desta (pensa-se que) antiga capela.

No tecto abobadado vêem-se vestígios de frescos que escaparam à cal, utilizada pelos monges como desinfectante contra o progresso da peste em finais do século XVIII. Na mesa, muito bem posta, estão colocadas loiças azuis e brancas que condizem com os painéis de azulejos.

Como entradas, os pezinhos de coentrada, sopa de cação e o não menos típico caldo de tomate. Seguem-se os pratos como o bacalhau conventual, (o que não é de estranhar), os lombinhos de porco aromatizados, o borrego cozinhado de diversas formas e as migas à alentejana.

Alguns dos alimentos servidos no restaurante do hotel são cultivados na herdade. Lá frescos e saborosos são os legumes, de preferência regados com bom azeite, proveniente daqui também.


REPORTAGEM ACTUALIZADA EM DEZEMBRO DE 2010


Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida