Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 8
ver todos

Restaurante A Maria

de 8
ver todos

Restaurante criado com originalidade. Procura recriar um páteo, segundo a arquitectura rural dos montes alentejanos, com todo o ambiente campestre. Para além das especialidades, não deixe de experimentar as sobremesas típicas da região.

Ambiente e decoração: Decoração tipicamente alentejana. Sala arejada.
Dia(s) de Encerramento: Segundas (Jantares)
Especialidades: Entradas: Empadas de galinha; Saladinha de coelho; Pimentos vermelhos adocicados; Cogumelos salteados; Jaquinzinhos de escabeche; Salada de grão; Queijo de ovelha gratinado com doce de tomate. Sopas: Sopa da panela; Sopa de cação. Peixe: Bacalhau à alandroense. Carne: Perdiz estufada; Coelhinho de coentrada; Lebre com feijão e nabos; Migas de carne de porco preto; Pézinhos de coentrada; Chispe assado no forno; Cozido de grão à alentejana; Borrego à tia Maria; Caldeirada de cabrito; Feijoada; Pato em molho de vinho tinto. Doces: Pastéis de amêndoa e gila; Filhoses com mel; Pão de rala; Bolo de figo; Sericaia; Fidalgo; Morgado; Encharcada; Tarte de gila.
Estacionamento: Sim
História: É uma casa que já leva bastantes anos ao serviço da boa cozinha e continua a cativar e a atrair novos adeptos, tanto pelas especialidades alentejanas e pela decoração do espaço, como pela simpatia no atendimento.
Horário de Encerramento: 22:30
Lotação: 80
Necessidade de reserva: Aconselhável.
Observações: Restaurante certificado pelo Turismo do Alentejo.
Período de Férias: Segunda quinzena de Agosto.
Preço Médio: 20.00
Recomendado para grupos: Sim
Serviços: Ar condicionado
Tipo de Restaurante: Portuguesa, Alentejana
Horário de Funcionamento: Das 12:30 às 15:00 e das 19:30 às 22:30.
Área para fumadores: Não Fumadores
Morada: Rua João de Deus 12
Código Postal: 7250 142 ALANDROAL
Tel: 268431143
Site: www.restauranteamaria.com
Distrito: Évora
Concelho: Alandroal
Freguesia: Nossa Senhora da Conceição

Restaurante A Maria - Alandroal


Um pátio alentejano onde se comem alguns dos petiscos mais saborosos da região.


N'Dalo Rocha

Por aquelas bandas toda a gente conhece “A Maria” e, apesar do Alandroal ser uma terra pequena, é bem provável que não dê à primeira com a porta mas pergunte.

A decoração deste restaurante é, de facto, diferente. As paredes estão pintadas como se fossem fachadas exteriores de casas. Há portas, telhas, janelas e parapeitos que reentram na parede e até um par de calças e dois panos pendurados num estendal improvisado. A ideia é no mínimo original e para que a sensação de pátio seja completa, até há um canário a cantar dentro de uma gaiola. A chegar à mesa estão a morcela, o pratinho de cogumelos, a farinheira e os restantes enchidos que já abrem o apetite. Finalmente vem a feijoada, para quem gosta de comidas mais consistentes. Terminada esta fase, é a vez das sobremesas.

Quando colocada a questão sobre a origem do doce, o proprietário foi prontamente à cozinha buscar uma folha A4 na qual se encontra o historial do doce. Segundo rezam as crónicas, já desde o tempo dos Descobrimentos que dois conventos alentejanos começaram a confeccionar a sobremesa. O convento das Chagas de Vila Viçosa resolveu chamar-lhe sericaia e o Convento das Clarissas de Elvas, sericá, embora basicamente seja a mesma coisa. Nós é que agradecemos.

O café e o digestivo são o remate perfeito e ajudam a tornar mais suave a digestão de tão apetecível almoço. Por fim, chega a dolorosa e menos 25€ no bolso em média, mas com a sensação que foram bem investidos.


REPORTAGEM ACTUALIZADA EM JULHO DE 2009

2003-10-07
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida