Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 6
ver todos

Rebuçados de Ovos de Portalegre

de 6
ver todos

Este doce é atribuído quer ao Convento de São Bernardo de Portalegre quer à vila de Nisa. Numa publicação dedicada ao estudo do Alentejo cita-se: e propriamente entre os chamados doces de ovos, sem preterição das célebres ?lampreias´, há a mencionar os ?rebuçados´ porventura os melhores e mais saborosos fabricados em Portugal segundo afirmativa saudosa dum velho amigo que correu mundo e muito os saboreou.

Dicas para a confecção: Tratam-se de bolinhas de doce de ovos envoltas em açúcar e embrulhadas em papel branco ou colorido, torcido nas pontas e com as extremidades por vezes franjadas.Feitos com açúcar, amêndoa e ovos moles, têm a forma de esfera com cerca de 3 a 4 cm de diâmetro e apresentam internamente uma cor amarela brilhante e exteriormente uma cor esbranquiçada.Leva-se o açúcar (1 kg) a ponto de rebuçado. Para avaliar o ponto deita-se um pouco de calda em água fria. No fundo deve formar-se um monte duro e quebradiço que se pode moldar com os dedos. Quando se obtém o ponto desejado, deixa-se arrefecer um pouco e, com os dedos molhados em água, moldam-se pequenas bolas ocas. Ao mesmo tempo leva-se a ponto de cabelo 300 g de açúcar ao qual, depois de frio, se juntam 10 gemas de ovos, voltando ao lume para cozer os ovos. Com este doce recheiam-se as bolas de rebuçados por açúcar e envolvem-se em rectângulos de papel branco ou colorido cujas pontas, por vezes cortadas em franja, se torcem.
Época de Confecção: Consumidos como guloseima a qualquer hora do dia. Indispensáveis em festas de casamento, de baptizado, etc.
Morada: Rua Eng. Luis Mira Amaral Zona Industrial CACE, Pavilhão C1
Código Postal: 7300 058 PORTALEGRE
Tel: 245341087
E-mail: rebucado@rebucado.com
Site: www.rebucado.com
Distrito: Portalegre
Concelho: Portalegre
Freguesia:

Rebuçados de Ovo de Portalegre


Ouro embrulhado em papel de seda.


Ana Marta Ramos

Primeiro juntam-se as gemas de ovo e o açúcar. Com a mistura fazem-se pequenas bolas que se envolvem em açúcar em pó. Prepara-se uma calda de açúcar até atingir o ponto de rebuçado e mergulham-se nela as bolas, até que o preparado arrefeça. Depois embrulham-se em papel de seda.

Prata da casa

Os rebuçados de ovos de Portalegre fazem parte da doçaria tradicional da região e nunca, até agora, haviam sido fora dos limites do concelho. As suas origens remontam ao séc. XVIII, mais precisamente ao momento em que as freiras do Convento de Santa Clara, em Portalegre, precisamente, decidiram que era preciso encontrar uma utilidade para as gemas que sobravam dos ovos empregues na confecção das hóstias.

É claro que existem, pelo país, outras receitas de rebuçados confeccionados à base de açúcar e ovos, mas os de Portalegre são considerados os mais fiéis às receitas mais antigas que se conhecem deste doce conventual, pela simplicidade com que ainda hoje são preparados. Começaram por ser um doce tradicional da Páscoa e actualmente já fazem parte da gastronomia do Norte Alentejano durante todo o ano.

Velhos sabores, novos saberes

Há cerca de 50 anos que são comercializados – em Portalegre, repetimos. Mas agora têm marca registada, imagem comercial e todas as condições de qualidade e higiene garantidas, podendo ser encontrados à venda em várias lojas gourmet e restaurantes do país. Isto, desde os princípios de 2006, quando a empresa Sabores Santa Clara lançou o Rebuçado de Ovo de Portalegre, o primeiro produto da marca Fábrica do Rebuçado.

A ideia de criar a marca Fábrica do Rebuçado surgiu com o objectivo de divulgar estas doçuras regionais rebuçados para além do Alentejo, tanto a nível nacional como internacional. A principal preocupação dos mentores deste projecto foi o respeito pelo modo de fabrico tradicional. Para tal houve um período intenso de investigação, em colaboração com a Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril, para conseguir-se o alargamento do prazo de validade do produto sem ter que acrescentar outros ingredientes para além dos que constam na receita original.

O resultado é um período de conservação de um mês após a data de fabrico, em local fresco e seco. Há ainda a possibilidade de congelar estes rebuçados para que durem mais tempo, devendo ser descongelados à temperatura ambiente para que conservem a cor, o aroma e o sabor que os caracterizam.

O Rebuçado de Ovo de Portalegre pode ser encontrado em apelativas latas de 6, 12 e 18 rebuçados pelos preços de 7,20€, 12,90€ e 18,90€, respectivamente. Existem ainda embalagens de 50, 100 e 150 rebuçados, destinadas, sobretudo, à indústria hoteleira, mas que podem também interessar a clientes particulares, uma vez que podem ser personalizadas de forma a constituírem brindes de excepção em festas e outros eventos.

O site www.rebucado.com fornece todas as informações acerca destas pequenas delícias, indica quais os pontos de venda em todo o país e ainda permite a realização de encomendas on-line, sempre com um prazo mínimo de entrega de 48 horas, já que a confecção destes rebuçados requer dois dias. Delicie-se.

2006-05-03
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida