Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Painho de Portalegre - IGP

Painho de Portalegre - IGP

Enchido fumado, composto por carne e gordura rija, frescas, de porco da Raça Alentejana, cortadas em pedaços superiores a 2 cm, sal, alhos secos pisados, pimentão doce e pimentão da horta em massa. O invólucro é a tripa natural seca de porco. Tem forma cilíndrica, atado por fio de algodão nas duas extremidades e apertado por atadura ou dupla atadura, comprimento máximo de 30 cm, diâmetro entre 25 e 40 mm e consistência semi-rija. O ritual da matança do porco, desde sempre associado à economia rural do Alentejo, perde-se na memória dos tempos. A oferta concentrada da carne, aliada à dificuldade de escoamento, conduziu ao aperfeiçoamento de técnicas de transformação e conservação. A excelente qualidade deste enchido, como dos outros da região do Alentejo, é devida aos processos tradicionais de fabrico, à qualidade da matéria-prima e, principalmente, às condições edafo-climáticas da Serra de São Mamede.

Coloração: Avermelhada-negra e brilhante.
Endereço (OCC): Parque dos Leilões de Gado de Portalegre, Estrada Nacional 246 - Apartado 269, 7300 PORTALEGRE
Fax (OCC): 245207521
Legislação Aplicável: A área geográfica de produção consta do Despacho nº 16/96, de 21-03, o qual também reconheceu a Indicação Geográfica. A Associação de Agricultores do Distrito de Portalegre foi reconhecida como Organismo Privado de Controlo e Certificação pelo Aviso do DR nº 96, de 23-04-96. A Indicação Geográfica foi registada e protegida pelo Regulamento (CE) nº 1857/97, de 26-09.
Número de Produtores: 35
Observações: IGP - Indicação Geográfica Protegida
Organismo de Controlo e Certificação: AADP - Associação de Agricultores do Distrito de Portalegre
Processo de Fabrico: A carne e as gorduras são cortadas em separado em pedaços de 1 a 2 cm, em percentagens mais ou menos fixas. Misturam-se, de seguida, em recipiente próprio, as carnes, as gorduras, os condimentos e a água. Esta massa fica depois em repouso durante dois a três dias num local com temperatura não superior a 10º C e humidade próxima dos 80/90%. Procede-se, depois, ao enchimentos manual das tripas, tendo o cuidado de deixar o conteúdo bem apertado e atado, sem entrada de ar, picando-se, de vez em quando, a tripa com uma agulha. Em seguida, tem lugar a fumagem, a qual deve ser feita com lenha bem seca de madeira de azinho e/ou sobro, durante um período de 10 a 30 dias. O produto final deve ser conservado, armazenado e comercializado a uma temperatura entre 5º e 15ºC. Pode também conservar-se em recipientes adequados, utilizando como líquido de cobertura o azeite da região.
Produção Anual: 40 toneladas.
Sabor e Aroma: Agradável, suave ou delicado, pouco salgado e ligeiramente picante.
Telefone (OCC): 245201296
Zona de Origem: A área geográfica de produção está circunscrita aos concelhos do distrito de Portalegre.
Morada: EN 246 Parque dos Leilões de Gado de Portalegre - Apartado 80
Código Postal: 7300 PORTALEGRE
Tel: 245331064
E-mail: natur-al-carnes@iol.pt
Distrito: Portalegre
Concelho: Portalegre
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida