PORTUGAL FAZ-LHE BEM

A Luz (do Porto)

O sol escondido e filtrado entre o rio Douro e a ponte da Arrábida, ao final da tarde, visto a partir do Passeio das Virtudes. É uma das imagens preferidas de Paula C., do blogue mais bonito sobre a cidade do Porto.

Dizem que a luz do Porto é triste, fria, da cor do granito.

Percorro mentalmente a cidade e posso até parar em certas zonas mais sombrias, entre ruelas e becos menos bonitos, ou em alguns monumentos imponentes que assumidamente se erguem de cor escura.

Imagino um fim de tarde chuvoso e de facto a fotografia sairia sem grande luminosidade, mesmo que fosse captada numa avenida larga, como a Avenida dos Aliados ou a Avenida da Boavista.

Transporto-me então para um dia solarengo de verão e a cidade automaticamente ganha luz, admitindo no entanto que mesmo nesses dias encontraríamos cidades mais luminosas, mais abertas, onde a luz respiraria mais.

Talvez.

Mas para mim a luz do Porto é a luz do Porto. Ponto. Única, misteriosa, perfeita. Cada enquadramento da cidade tem a luz que tem e o encanto que dela retiro parece ainda maior, porque simplesmente é a luz da minha cidade: o que eu gosto de me sentar ao final do dia no Passeio das Virtudes e deixar que a luz do sol se esconda ao longe entre o rio Douro e a ponte da Arrábida, ou de me passear pela marginal que se estende até à Foz, antevendo a noite fria e os barcos dos pescadores ancorados.

Mas que luz, que dias bonitos têm estado no Porto neste final de ano de 2014.

Com 2015 à porta, ninguém pode negar (mesmo quem não more cá) que o Porto está no seu momento sedutor. A cidade respira criatividade e animação, e não há criatividade que não venha com uma nova luz.

Em jeito de sugestão, alguns pontos no Porto cheios de intensa luminosidade: 

 - a Torre dos Clérigos – tradicionalmente escura – está neste momento linda e de fachadas limpas, imponentes; e lá dentro – quem pode não ver luz e brilho em todo aquele esplendor?

Bem ali perto, na Praça dos Leões – repare no edifício da reitoria da Universidade – também de cara lavada e magistral?

Desça até à Rua das Flores, a mais efervescente rua do Porto nesta altura, cheia de lojas que ganharam novo ânimo, casas de chá em antigas ourivesarias,  esplanadas que florescem, há até livros voadores numa instalação do Bairro dos Livros e que pode ser vista ainda nos primeiros dias do ano...

E um novo projeto a ter em conta - a Locomotiva – iniciativa que se vai centrar na Estação de S. Bento e zonas envolventes, convidando os criativos da cidade a trazerem uma nova dinâmica e novas viagens para aquela área, onde até aqui, é certo, poderiam existir zonas mais sombrias. 

Poderia continuar.....mas penso que já dá para ver que o meu Porto está com uma luz que em nada é triste, eu diria antes brilhante.

E se por aí alguém me lê que não seja do Porto, está na altura de vir até cá, embarque nesta viagem que lhe mostrará certamente uma luz muito especial, a do Porto, e à moda do Porto!

Que seja um excelente 2015! Bom Ano!

A autora e o blogue
Paula C. é do Porto e apaixonada pela sua cidade. Acredita que os melhores momentos da vida muitas vezes são esses que aparecem ao virar da esquina, por isso não larga a sua Canon e gosta de partilhar no blog o que de bom acontece na sua cidade. O mar e as viagens são outras das suas grandes paixões
Blogue
Facebook

 

Textos anteriores no Lifecooler:

O Azeite - ou o prazer das coisas simples

O Porto, no Dia Mundial da Fotografia

As cerejas e o Porto

Paula C. 2014-12-31

Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida