Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Termas do Estoril

Época Termal: Todo o ano
Tratamentos disponíveis: Aerosol sónico, Aerossóis, Banho local, Duche de sensações, Duche escocês, Duche vichy com massagem, Hidromassagem, Mobilização em piscina, Vaporização geral
Mineralização da água: Água sódica, cloretada e hipersalina
Temperatura da água (ºC): 34
Terapêutica: Doenças de pele, Doenças do aparelho respiratório, Doenças músculo - esqueléticas, Sistema Osteo Articular, Traumatismo

Depois de encerradas durante 48 anos, as Termas do Estoril voltaram a reabrir, agora inseridas no Estoril Welness Center, onde também existe um spa.O espaço termal divide-se em dois pisos, com cerca de 2500m2. No primeiro fica o ginásio e a piscina terapêutica, enquanto no outro ficam, por exemplo, a sala de repouso e as cabines de vaporização, de duches e de aplicação de lamas.Entre as terapias aqui realizadas estão a irrigação nasal e o aerossol sónico, indicados para as doenças respiratórias, e o banho de ar quente e o duche massagem Vichy, adequados aos problemas musculares e esqueléticos.

Acessibilidade de deficientes motores: Acessibilidade fácil
Morada: Avenida de Portugal
Código Postal: 2765 ESTORIL
Tel: 214648137
E-mail: termasdoestoril@gmail.com
Site: www.termasdoestoril.pt
Distrito: Lisboa
Concelho: Cascais
Freguesia: Estoril

Termas do Estoril / Estoril Welness Center


Da tradição termal ao exotismo welness


Nelson Jerónimo Rodrigues

Quase meio século depois, as Termas do Estoril voltam a abrir as portas, agora paredes-meias com um spa de inspiração oriental. Assim se junta saúde e bem-estar num só espaço – o Estoril Welness Center – onde o requinte é denominador comum.

As linhas modernas e escorreitas do novo edifício deixam antever que o salto de 48 anos na história termal do Estoril teve o condão de trazer mais qualidade e conforto a um espaço com séculos de história e tradição.

Longe vão os tempos em que o rei D. José aqui procurava cura, não só para as chagas que o afligiam nas pernas, mas também para as cicatrizes dos seus cães de caça. O monarca, e restante aristocracia, encontraram nestas águas as propriedades medicinais que, mais tarde, fizeram a fama do faustoso balneário, construído em 1918 e encerrado já nos anos 60 do século passado.

Hoje, voltam a emergir a uma temperatura de 34 graus, com as mesmas propriedades - cloretadas, sodicas e muito salgadas - que se aconselham, por exemplo, para a prevenção e tratamento de problemas respiratórios (como a asma e a rinite), dermatológicos (psoríase e dermatoses alérgicas) e osteo-articulares (coluna e membros).

O poder da medicina termal

Quem entra nas Termas do Estoril não consegue ficar indiferente à tranquilidade e sobriedade da recepção, que se prolonga para o interior do espaço, dividido em dois pisos com 2500 m2, cerca de metade do total do Estoril Welness Center.

Num deles fica um moderno ginásio, com equipamentos de última geração, e a piscina terapêutica, onde sobressai a claridade exterior que ajuda a trazer mais vida e energia a estas áreas.
Já no piso superior predomina a pouca luz, sobretudo na zona de repouso que serve de antecâmara às cabines de vaporização, de duches e de aplicação de lamas.

É aqui que se desenvolvem as várias terapias, receitadas obrigatoriamente por um especialista após uma consulta de diagnóstico. Entre elas estão, por exemplo, a irrigação nasal e o aerossol sónico, indicados para as doenças respiratórias, enquanto a imersão em banheira, o banho de ar quente e o duche-massagem Vichy são adequados aos problemas musculares e esqueléticos.

2010-04-14
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida