Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 141
ver todos

Hotel M´Ar de Ar Aqueduto

de 141
ver todos

Hotel cinco estrelas de luxo, está localizado no centro histórico de Évora, junto ao Aqueduto da Água de Prata, em plena zona classificada como Património da Humanidade pela UNESCO. Fruto de uma adaptação do antigo palácio dos Sepúlveda, datado do século XV, o edifício conserva ainda os tectos em abóbada, a capela e o magnífico conjunto de três janelas manuelinas na fachada principal. O ambiente é requintado e elegante, com decoração sofisticada e contemporâneo. O restaurante do hotel (Degust`Ar) propõe uma gastronomia de inspiração mediterrânica, enquanto que o bar Aqueduto, com esplanada, tem vista sobre os jardins.

Categoria: 5 estrelas
Localização: Cidade
Nº de quartos: 60
Nº de suites: 2
Preço Época Alta: 325.00
Preço Época Baixa: 231.00
Serviços / Equipamentos: Bar, Garagem, Jardim, Piscina exterior, Restaurante, Sauna, SPA, Banho turco
Morada: Rua Cândido dos Reis 72
Código Postal: 7000 582 ÉVORA
Tel: 266740700
E-mail: geral@mardearhotels.com
Site: www.mardearhotels.com
Distrito: Évora
Concelho: Évora
Freguesia: São Mamede

M’Ar de Ar Aqueduto - Évora


O mais recente cinco estrelas do Alentejo


Alda Rocha

Quer pertencer aos habitantes de Évora, tornando deles um espaço que faz parte da sua História, enquanto acolhe os visitantes com a distinção de um hotel de luxo. Mesmo para quem chega, com o apelo natural de redescobrir uma e outra vez Évora, apetece ficar. Parar de correr, dar tempo ao tempo e usufruir do acolhimento de um espaço que respira conforto por todos os recantos.

Logo no átrio, os sofás parecem umas cápsulas embrionárias, onde uma hóspede aproveita para se recolher enquanto fala ao telefone. O contraste de modernidade não podia ser maior com a imagem do edifico no exterior. Ainda subsistem sinais de tempos passados, com o que resta de três janelas manuelinas a pontuar a fachada principal do que foi o Palácio dos Sepúlveda, datado do século XV.

Cá dentro passado e presente coexistem sem conflitos. A capela foi recuperada na sua estrutura, servindo agora para acolher concertos, numa parceria com a Eborae Música, aqui e ali há arcos que lembram a construção antiga, mas toda a área de quartos foi erigida de raiz.

É hora de conhecer o alojamento e aproveitar para retemperar energias depois do prolongado almoço. Até apetece perguntar: alguém resiste a comer além da conta no Alentejo?

Descanso do guerreiro

O branco domina, realçado pela escuridão da madeira de sucupira das portas. O quarto, espaçoso como se espera de um hotel de luxo, torna-se ainda maior com o vidro que separa a zona da banheira. A tendência internacional dos novos hotéis de design moderno também se faz notar aqui e promove o banho ao centro das atenções, como um momento de bem-estar a ser partilhado.

Que não se apoquentem os mais reservados: a zona de duche é separada, também por vidro, é certo, mas desta feita fosco. De lés a lés grandes portas limitam o acesso à varanda, onde espreitam tentadoras espreguiçadeiras. Lá fora (des)alinha-se o casario da zona histórica, marcando uma vez mais a diferença com a atmosfera actual do interior.

2009-06-09
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida