Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Challet Fonte Nova

Junto ao Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça esconde-se o Challet Fonte Nova, construído na última metade do século passado e recuperado em 1993 por Maria do Carmo e Adão Lameiras. Rodeado de lendas e de história, mantém as linhas harmoniosas e o conforto tradicional.

Acessos: Auto Estrada 8 - saída Nazaré/Valado dos Frades ; junto ao Mosteiro de Alcobaça.
Localização: Cidade/Vila
Nº de camas: 7
Nº de quartos: 4
Observações: Outros contactos: 262598666 e 917283722. Dispõem de várias salas e de uma tenda de jardim fechada para 200 pessoas, para a realização de várias actividades como sejam: seminários, reuniões de vendas, meetings de direcção, conferências, apresentações e festas diversas.
Período de funcionamento: Todo o ano.
Preço Época Alta: 110.00
Preço Época Baixa: 110.00
Categoria: Turismo de Habitação
Acessibilidade de deficientes motores: Acessibilidade condicionada
Serviços / Equipamentos: Aeroporto, Animais não admitidos, Ar condicionado nos quartos, Bar, Campo de golfe, Espaço / equipamento para acesso à internet, Estação de autocarros, Estação de comboios, Hospital / centro de saúde, Igreja / Capela, Jardim, Kitchenette, Lavandaria, Parque de estacionamento, Pesca, Praia, Refeições, Restaurante, Sala de bilhar/snooker, Sala de reuniões / conferências, Sala de estar comum, Sala de festas, Sala de TV e/ou vídeo, Telefone nos quartos, Ténis, Termas, TV nos quartos, TV Satélite/TV Cabo, Aquecimento, Quarto para não fumadores
Morada: Rua da Fonte Nova Apartado 82
Código Postal: 2460 042 ALCOBAÇA
Tel: 262598300
E-mail: mail@challetfontenova.pt
Site: www.challetfontenova.pt
Distrito: Leiria
Concelho: Alcobaça
Freguesia: Alcobaça

Challet Fonte Nova


Apetece-lhe brincar aos aristocratas?


Paula Oliveira Silva

Nobre por fora, refinado por dentro

A altivez do edifício é marca distintiva mas é o interior que suplanta as expectativas com a decoração clássica a dar a sensação que jamais passará de moda. Seja em que parte da casa for, há sempre um pormenor de requinte que nos faz olhar uma segunda vez. Ele é o estuque nas paredes e no tecto, os lustres, os quadros a óleo, as fotografias antigas, o arranjo de flores cuidado...

O chão de madeira envernizada brilha e quem chega percorre os cantos à casa ao som de música clássica, mas não da que sai do piano, que esse agora não tem quem toque. Nas quatro salas que compõem o primeiro piso, há lugar para todos. E mais viessem. Tanto espaço serve à vontade os menos de 10 quartos da casa principal. Sim, porque as suites estão num edifício moderno vizinho mas obedecem ao mesmo padrão de decoração da casa mãe.

Um sofá numa sala ricamente decorada, uma poltrona ou uma cadeira de baloiço estão no sítio certo acompanhadas por um candeeiro que ilumina a leitura. E a abençoada da almofada lá está a amparar a posição.

Uma outra sala na cave estimula a distracção. O bar aberto aos hóspedes é serventia da casa e a mesa forrada a verde para o jogo com as 15 bolas (mais a branca) é outro atractivo. Para quem ficou de fora e não quer perder pitada, há mesas e bancos a toda a volta. As casas de banho de apoio evitam as subidas e descidas para o andar superior. Ao subir-se para os quartos vai-se também ao encontro do descanso. A singularidade da decoração torna-nos especiais e o conforto é prioridade, por isso é que só com muito custo se deixa o edredão. Tal como nas áreas comuns, nos quartos as antiguidades fazem a ligação para o passado mas não nos deixam esquecer as facilidades que temos no presente, como o elevador instalado para os mais preguiçosos ou os que menos podem.

2004-03-23
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida