Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 5
ver todos

Restaurante Taverna dos Conjurados

de 5
ver todos

Inaugurado em 2005, A Taverna dos Conjurados é um restaurante de ambiente acolhedor e familiar que baseia a sua oferta numa cozinha de raiz alentejana, assente em antigas receitas de família. Está instalado num edifício que em tempos albergou uma cavalariça. A adaptação a restaurante resultou numa sala de decoração clássica, onde sobressaem as paredes de granito.

Acessos: Este restaurante está situado muito perto do Palácio Ducal e da Pousada D.João IV em Vila Viçosa. Integrado no jardim a seguir ao Largo do Palácio em frente à estátua de Públia Hortense de Castro.
Acessos para deficientes: Não
Ambiente e decoração: Casa com séculos de história (1512) como atestam as suas abóbadas e o xisto à vista. Uma antiga adega funcionava ao lado e aqui repousavam as grandes talhas, porém num passado mais recente funcionou como cavalariça.
Bar/Sala de espera: Não
Dia(s) de Encerramento: De segunda a quinta, sexta ao almoço e domingo ao jantar funcionam exclusivamente por marcação.
Especialidades: Entradas: Sopas de Tomate com capelas; Pimentos Assados; Cabeça de Xara; Morcela com Ananás; Chouriço grosso de Porco Preto; Patê de veado com frutos silvestres; Queijo de ovelha gratinado em azeite; Cogumelos na chapa recheados com presunto. Peixe: Caril de Gambas; Açorda c/bacalhau; Bacalhau dos Duques. Carne: Lombinhos de Porco Preto c/sabores a mar; Costoletas de borreguinho ao alecrim; bife da vazia com ervas aromáticas; Lombo de porco preto Doces: Tiborna, Manjar de Requeijão, Leite Creme e um Manjar dos Conjurados; Sericá.
Horário de Encerramento: 22:00
Lotação: 40
Necessidade de reserva: Aconselhável
Observações: De 16 de Novembro até 30 de Dezembro, durante os fins de semana têm uma Ementa - Percurso de Caça:Entradas: Coelho à S. Silvestre; Paté de Veado com molho de frutos do bosque; Mostra de Enchidos de Caça.Carne: Coelho à D. Afonso de Bragança; Coxas de pato bravo com Ameixa Cláudia e Puré de batata com sabor de castanha; Escalopes de Veado ao vinho do Porto acompanhados com Puré de Maçã reineta; Favada Real de Caça à El-Rei D.Carlos I.Doces: Manjar do Real Convento das Chagas.
Preço Médio: 25.00
Recomendado para grupos: Sim
Sanitários para Deficientes: Não
Tipo de Restaurante: Portuguesa, Regional, Alentejana
Horário de Funcionamento: Das 12h30 às 15h00 horas e das 19h30 às 22h00 horas. De segunda a quinta, sexta ao almoço e domingo à noite funcionam exclusivamente por marcação. No Verão (de 26 de Junho até ao fim de Setembro), em fins de semana prologados ou épocas festivas, funcionam todos os dias.
Acessibilidade de deficientes motores: Acessibilidade condicionada
Área para fumadores: Não Fumadores
Morada: Largo 25 de Abril 12
Código Postal: 7160 255 VILA VIÇOSA
Tel: 268989530
E-mail: tavernaconjurados@sapo.pt
Site: www.facebook.com/pages/Taverna-dos-Conjurados/117565321597793
Distrito: Évora
Concelho: Vila Viçosa
Freguesia: São Bartolomeu

Taverna dos Conjurados – Vila Viçosa


Junta-se o ser alentejano à vontade de comer...


Paula Oliveira Silva

 "Os portugueses hão-de ser livres, quer queiram, quer não." A célebre frase terá sido dita por D. Pedro, o Libertador, aquando do desembarque no Mindelo dando então início à guerra civil contra o absolutismo. 

No entanto, poderia ter sido dita por um dos 40 homens que fizeram parte do grupo nacionalista português nascido clandestinamente durante o domínio filipino e que ficou conhecido como os Conjurados. O que queriam estes homens? Restituir a coroa portuguesa. E o que pretendemos nós com esta introdução? Explicar o nome do restaurante que visitámos na nobre Vila Viçosa, localidade que chegou a ser sede da Casa de Bragança.
Os do outro lado da fronteira não levam a mal a denominação e os clientes de outras nacionalidades que aqui chegam mostrando apenas um cartão da casa também gostam de saber o porquê.

Reza a história que...

A Taverna dos Conjurados não foi local de conspiração pela simples razão do restaurante ser já do século XXI. Mas bem poderia ter sido pois estas paredes pertencentes ao Solar de Tomé de Sousa têm quinhentos anos de história e há três gerações que estão na posse da família dos actuais proprietários. 

As abóbadas à vista e as paredes de xisto e mármore bravo contribuem para a intimidade e história do local. Este enquadramento chegou, porém, a albergar uma cavalariça e no antigamente foi mesmo um local onde repousavam as talhas da casa ao lado que era uma adega, agora uma Loja da Tradição com produtos alentejanos. E das traseiras da casa vem a “lenda”, que está escrita por um padre da vila, e que conta que ali houve conjúrio. Verdade ou tradição...

E como não são só os conjurados que fazem história, no jardim onde está situado o restaurante foi erguida um estátua da calipolense (como se chamam os de Vila Viçosa) Públia Hortênsia de Castro (1548-1595), monumento que a contemporaneidade lhe erigiu. Uma douta senhora que, apesar das leis do seu tempo vedarem o ensino universitário às mulheres conseguiu vencer essa restrição.

A Taverna dos Conjurados fica também na vizinhança do Paço Ducal, monumento que aliás deverá visitar antes ou depois do repasto. Uma preciosa oportunidade para passar em revista os teres e haveres deste museu, antigo palácio de férias e de caça dos últimos reis de Portugal.

Lembram-se os mais velhos de terem ouvido de seus pais e avós, que era comum ver D. Carlos passear pelas ruas da terra seguindo o rastilho do cheiro a comida caseira. Dizem que, sem qualquer tipo de embaraço ou mania, o monarca comia com as gentes do povo. 

2007-01-17
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida