Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 1
ver todos

Restaurante O Meu Jardim

de 1
ver todos

Trata-se de um espaço amplo em tons laranja, com um pátio agradável. A decoração é rústica, onde predomina as madeiras.O menu tem influências belgas e a ementa apresenta sugestões originais, dentro da cozinha internacional.

Dia(s) de Encerramento: Terças
Especialidades: Saladas de queijo de cabra, Salada de Niçoise, Salada de queijo feta; queijo fresco com umas ervas aromáticas israelitas; Crepes; Magret de pato fumado com pão torrado; Foie gras, fresco com maçã e redução de vinho do Porto;Pizzas em forno de lenha; Massas e lasanha; Rosbife; Confit de pato; moussaka. Pescada a vapor e caril de camarão com vegetais. Sobremesas: Crepes belgas com gelado.
Estacionamento: Sim
Horário de Encerramento: 23:00
Lotação: 40
Observações: Fim de Semana: das 12:00 às 15:00; 6ª feira: das 12:00 às 15:00. Julho e agosto abertos todas as noites e ao almoço sexta,sabado e domigo.
Período de Férias: Fechado de 12 Dezembro a 14 Janeiro
Preço Médio: 7.5
Recomendado para grupos: Sim
Serviços: Ar condicionados; Take-away
Tipo de Restaurante: Pizzaria
Horário de Funcionamento: De segunda a sexta, das 19:00 às 23:00. Sábado e domingo, das 12:00 às 15:00 e das 19:00 às 23:00.
Acessibilidade física: Lugares de estacionamento para pessoas com deficiência, Entrada e acesso à sala possível por pessoas em cadeira de rodas
Detalhe de acessibilidade física: Entrada com acesso à sala
Morada: Ponte da Barca
Código Postal: 2450 072 NAZARÉ
Tel: 262551667
E-mail: kristine@restaurantemeujardim.com
Distrito: Leiria
Concelho: Nazaré
Freguesia: Nazaré

Restaurante O Meu Jardim - Nazaré


Uma descoberta no oeste.


Mafalda César Machado

Saindo de Alcobaça para a Nazaré, vai percorrer uma bonita estrada que passa no Valado de Frades. Mesmo antes de aí chegar, passa a ponte sobre a linha férrea do oeste, da qual se descobre, do lado direito, o percurso da linha entre as árvores do Pinhal de Leiria, e do lado esquerdo se desenha o branco do depósito de água da estação entre as sombras do parque de merendas. Merece parar e apreciar o notável trabalho de conservação efectuado nesta bonita estação que serve a Nazaré, o Valado e Alcobaça. Parece exibir com orgulho os prémios em trabalhos impecáveis executados em cerâmica colorida, azulejos de com que foi distinguida ao longo dos anos. Ainda no Valado a imponente casa de família Collares Pereira, hoje transformada em turismo de habitação, representante digno deste tipo de unidades turísticas que escasseiam nesta região.

É uma estrada bonita, entre pinhais, que segue o rumo da Nazaré. A uns escassos dois quilómetros, do lado direito a tabuleta com o nome do restaurante precede uma subida. É esse o caminho a tomar. Estacione o carro e vai ter uma agradável surpresa. Uma casa pintada num alegre tom de laranja, antecede um pátio bem tratado, com uma bela vista de campo, o Valado por fundo. Mais à frente as mesas e cadeiras, onde com bom tempo se servem refeições. Com vista, claro está. Um espaço amplo permite às famílias levarem crianças sem causar problemas a outras franjas etárias em busca de maior sossego. Dentro o ambiente, de toque predominantemente rústico, com predomínio das madeira, o balcão marca presença. É o centro da actividade desta casa comandada pela proprietária, uma belga entusiasmada por Portugal, que teve o mérito de construir num local inexplorado, de particular encanto, o restaurante que fazia falta. E o mar está por perto.

Cozinha de influências

A naturalidade belga e muitas viagens trouxeram inevitáveis influências na ementa do Meu Jardim. Que é variada, sem pretensões e com propostas engraçadas e pouco comuns por estas bandas.
Muitas saladas, com destaque para a de queijo de cabra, a Niçoise, genuína, refira-se, e outra de queijo feta.
Crepes vários e o mais interessante, o magret de pato fumado, de sabor forte servido com pão torrado. Outra nota, ainda nas entradas, para o queijo fresco com umas ervas aromáticas especiais com origem israelita.
O foie gras, fresco com maçã e redução de vinho do Porto é outra boa escolha. Fazem pizzas em forno de lenha, para os mais variados gostos e massas, onde se inclui a aconselhável lasanha.
O pato, em magret, e o rosbife, passado no ponto acompanham-se de boas batatas assadas. O confit, ainda de pato merece a prova, assim como a moussaka, de bom tempero. Pescada a vapor e caril de camarão com vegetais completam o quadro.
Como doces, há muitos crepes à maneira belga e variedade considerável de gelados. E são estas as muitas razões para visitar este jardim.

2006-07-05
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida