Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

27º

de 971
ver todos

Portugal Wine & Food by Faz Figura

27º

de 971
ver todos

Renovado em 2018, há muito que este clássico conquistou um lugar de destaque no panorama dos restaurantes lisboetas, tanto pela sua localização ímpar como pela cozinha elaborada. Situado numa zona elevada da capital, junto a Santa Apolónia, a nova sala panorâmica (no terraço) é um autêntico e privilegiado miradouro sobre a cidade e o rio, com amplas e desafogadas vistas.

Com a última renovação, o espaço passou a chamar-se Portugal Wine & Food by Faz Figura, apresentando também uma carta totalmente nova, privilegiando os sabores tradicionais. À frente da cozinha está o chefe John Leon, 37 anos, natural do Equador.``

Acessos: Autocarros: 12, 34.
Acessos para deficientes:
Ambiente e decoração: Ambiente descontraído, intimista e romântico, actual e elegante, o Faz Figura tem uma decoração onde prevalecem os vermelhos e pretos, tendo como quadro de fundo as enormes janelas sobre o Tejo.
Bar/Sala de espera: Bar e Sala de Espera
Dia(s) de Encerramento: Segundas (Almoços)
Especialidades: Farinheira ensacada de Monchique, chouriço de Arco de Valdevez, queijos do Vimieiro, atum dos Açores, polvo do Algarve, cuscos de Trás-os-Montes, carne marinhoa da bacia do Vouga, bochecha de vitela mirandesa, compotas de Boticas, ovos moles de Aveiro ou marmelada branca de Odivelas.
Estacionamento:
História: Inaugurado a 23 de Setembro de 1974.
Horário de Encerramento: 23:30
Necessidade de reserva: Aconselhável
Observações:
Recomendado para grupos: Sim
Sanitários para Deficientes:
Tipo de Restaurante: Internacional, Portuguesa
Horário de Funcionamento: Segunda-feira das 19h30 às 23h30; de terça-feira a domingo, das 12h às 23h30
Morada: Rua do Paraíso 15 B
Código Postal: 1100 396 LISBOA
Tel: 218868981
E-mail: fazfigura@netcabo.pt
Site: www.facebook.com/fazfigura/
Distrito: Lisboa
Concelho: Lisboa
Freguesia: São Vicente de Fora

Restaurante Faz Figura - Lisboa


Miradouro do Tejo.


Paula Oliveira Silva

Em Santa Apolónia, numa encosta sobranceira à estação, das muitas sob as quais Lisboa se equilibra, fica um restaurante que passa os dias a namorar com o Tejo. Se Faz Figura? Faz sim senhora, mas não é nada triste.

Águas passadas...

Sabe o leitor, que conhece a capital, que geralmente às boas vistas estão associadas ruas íngremes e nada práticas a quem não tem as pernas habituadas. Questão ultrapassada para os clientes do Faz Figura que têm à sua disposição o serviço de vallet parking. Assim ficam com mais tempo para o que verdadeiramente interessa. Mas isto é uma nota recente, que a história deste local já começou há muito, mais precisamente há 32 anos.

Muitas águas já correram neste restaurante que foi concebido para ser um clube privado para oficiais, mas nunca chegou a sê-lo. A revolução de Abril de 74 ditou-lhe outro destino, o que ainda hoje conhece. Peripécias desses tempos quentes, que o chefe de sala sabe de trás para a frente e não se importa de revelar. Mais recentemente, há cerca de ano e meio, quando o Faz Figura passava pelo pior momento da sua vida, antigos clientes resolveram meter a mão na massa e devolver à cidade o prestígio que em tempos este espaço tivera.

Do antigo se fez novo

Uma varanda com enormes janelões e uma senhora esplanada encoberta dos ventos fortes fazem este local tão apetecido tanto de Inverno como de Verão, tanto de dia como de noite.

Aos almoços, a luz natural tem lugar cativo à mesa do Faz Figura com o Tejo, Ponte 25 de Abril, Cristo-Rei e margem sul a ocupar o horizonte. Navios de todo o mundo aguardam pela próxima escala. E quando a lua vai alta são as luzes da cidade que dão mística à paisagem.

Renovado e ampliado o espaço, as modificações chegaram à cozinha, de inspiração portuguesa, mas com um toque sofisticado e moderno. O Crepe de cogumelos embrulhado como se de um presente de tratasse é um bom exemplo e sabe ainda melhor do que já soa. A Canja de perdiz aromatizada com hortelã ou a Alhada de camarão com rúcola, pasta de beringela e aipo deixaram-nos indecisos.

Com cerca de dez pratos em cada categoria, nenhum vulgar como se vê, é natural que o desejo de um regresso se concretize mais cedo do que se imagina. O Polvo em crosta de milho que vem acompanhado com vegetais salteados (grelos e batata) e vinagrete de cebola roxa é delicioso nas combinações ligeiramente amargas.

2007-03-07
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida