Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 19
ver todos

Casa da Viúva Quintandona

de 19
ver todos

Inaugurada em setembro de 2013, a Casa da Viúva é um bar de vinhos situado na aldeia de xisto de Quintandona, na freguesia de Lagares. Conhecida por acolher a Festa do Caldo, a Casa da Viúva foi adaptada e transformada em wine bar. A oferta é inspirada nas tabernas de aldeia e baseada nos produtos da terra: presunto, salpicão, queijo, petiscos e vinhos.

Dia(s) de Encerramento: Segundas
Horário de Funcionamento: De terça a sexta das 15:00 às 24:00. Sábado e domingo das 10:00 às 24:00.
Morada: Quintadona
Código Postal: 4560 195 LAGARES PNF
Tel: 255753603
E-mail: winebarcasadaviuva@gmail.com
Site: www.facebook.com/winebarcasadaviuva
Distrito: Porto
Concelho: Penafiel
Freguesia: Lagares

Wine Bar – Casa da Viúva


Um bar de vinhos e petiscos numa casa de xisto num aldeia recuperada? É que nem de encomenda. Eva Marcela, do blogue Documentar o Mundo, sabe onde é que se está bem.


Eva Marcela

A Casa da Viúva, na aldeia de Quintandona, é um bar onde a passagem das horas é lenta, entre copos de vinho e petiscos.

É seguindo por caminhos estreitos entre casas de xisto que encontro o Wine Bar – Casa da Viúva. Este antigo palheiro foi recuperado em 2013 e é dos lugares mais movimentados em Quintandona.

Só de estar no exterior percebo que o cuidado com a decoração começa fora de portas. Na esplanada há vários pipos com garrafas coloridas e algumas panelas de ferro, aqui conhecidas como panelas de três pernas. Um antigo engenho de tirar água serve agora de floreira e debaixo do canastro há uma zona de estar. O bar dá apoio à esplanada quando o tempo aquece e acolhe a conhecida Festa do Caldo de Quintandona.

Os três pisos, com um pé direito não muito alto, estão elegantemente decorados com objetos antigos que fazem perdurar a memória de outros tempos: há um rádio, garrafões de vidro transformados em candeeiros, chaves e rolhas que os amigos assinam e colocam por cima do balcão. Sob a madeira que sustenta o telhado recuperado pode-se ver alguma da telha original.

Mas é à noite, após um excelente jantar na Casa Valxisto – Country House que sinto o verdadeiro pulsar da Casa Viúva. Pelo número de automóveis no parque de estacionamento percebo que não será fácil encontrar um lugar vago para sentar. Na esplanada, apesar das baixas temperaturas, há quem resista e insista em usar uma mantinha para contrariar o frio.

Atrás do balcão está Paulo Sousa, sem mãos a medir com tantos pedidos. Fico pelo piso térreo, junto à lareira apagada mas cujo calor consigo imaginar. O espaço é pequeno para tantos clientes que facilmente se convertem em amigos, dado o relacionamento que gosta de estabelecer.

Aqui servem-se petiscos acompanhados por um copo de vinho. A garrafeira está em constante construção mas as preferências recaem sobre o vinho verde e do Alentejo.

Assim se passam as noite na aldeia de Quintandona, num ambiente informal e acolhedor, entre copos de vinho que geram sorrisos e cimentam amizades.

A autora e o blogue
Eva Marcela é documentalista de formação e viajante de coração. Iniciou o blogue em 2012 onde partilha os lugares que visita. Nunca sai sem um caderno de capa dura e várias canetas. Recebeu o prémio de melhor blogue de viagens pessoal na 1ª edição dos BTL Blogger Travel Awards 2014.
Blogue
Facebook

 

Textos anteriores no Lifecooler:

Os avieiros da Póvoa

Uma água chamada saúde

Hambúrgueres com vista para o Tejo

Há vida na aldeia de Quintandona

2015-01-28
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida