Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 189
ver todos

Restaurante Camelo

de 189
ver todos

Restaurante conceituado e premiado, com excelentes especialidades minhotas, oferece uma cozinha farta e bem confeccionada, justificando assim o seu elevado número de clientes. Na lista de vinhos, o verde merece destaque.

Acessos para deficientes: Sim
Ambiente e decoração: Paisagem
Dia(s) de Encerramento: Segundas
Especialidades: Entradas: Broa; Amêijoas à Bulhão Pato; Ostras; Camarão; Sapateira recheada; Ovas de pescada em molho vinagrete; Chouriço de cebola e Toucinho fumado. Peixe: Bacalhau à Camelo; Peixe assado no forno e Peixe grelhado. Carne: Cabritinho no forno com legumes; Cozido à portuguesa; Sarrabulho à lavrador à moda do Minho; Mãozinhas de anho assadas no forno e Arroz de galo; Enchidos de porco; Tripa de porco estufada em vinho tinto. Doces: Creme queimado de Santa Marta; Rabanadas à Daniela e Arroz doce à Prior V. Franca.
Estacionamento: Sim
História: Restaurante fundado em 1983, numa antiga casa ligada à produção de vinho. Recebeu o prémio "Excelência Turismo 2000", atribuído pelo IAPMEI, BPI e Instituto de Financiamento e Apoio ao Turismo.
Horário de Encerramento: 23:00
Lotação: 850
Necessidade de reserva: Aconselhável.
Observações: Vencedor do prémio "Excelência Turismo 2000" e "Excelência Turismo 2001", atribuído em conjunto pelo Instituto de Financiamento e Apoio ao Turismo, pelo IAPMEI e pelo BPI. Outro contacto: 937598565.
Período de Férias: Encerra na segunda quinzena de Junho e Outubro.
Preço Médio: 25.00
Recomendado para grupos: Não
Sanitários para Deficientes: Não
Serviços: Ar condicionado
Tipo de Restaurante: Portuguesa, Regional
Horário de Funcionamento: das 12:00 às 15:00 e das 17:00 às 23:00 h.
Área para fumadores: Zona Fumadores + Zona Não Fumadores
Morada: Rua de Santa Marta 119 Estrada Nacional 202
Código Postal: 4900 252 PORTUZELO
Tel: 258839090
E-mail: geral@camelorestaurantes.com
Site: www.camelorestaurantes.com
Distrito: Viana do Castelo
Concelho: Viana do Castelo
Freguesia: Portuzelo

Camelo - Viana do Castelo


A qualidade e a tradição à mesa de uma casa minhota.


Mafalda César Machado

Saindo de Viana do Castelo em direcção a Ponte de Lima, pela EN202, no lugar de Santa Marta de Portuzelo, não é difícil encontrar este restaurante. Tem a facilidade acrescida de um parque próprio, mesmo em frente.

Esta primitiva casa de quinta, bem à maneira minhota, foi adaptada às presentes funções apresentando sala ampla e confortável, a pedra das paredes à vista, com alguns pratos de louça azul e branca de Viana como decoração. Um balcão amplo serve de apoio ao serviço, entrevendo-se atrás a cozinha. Na sala, viveiros com lagostas e lavagantes à vista. No exterior, local de eleição para o Verão, os bancos e as mesas são de pedra, protegidos do calor por densa e verde ramada. E não fica por aqui. Faltam ainda as salas reservadas a cerimónias mais populosas, que são frequentes. No percurso do Camelo há que referir a forma como evoluiu. Em menos de 20 anos passou de um simples café à respeitável capacidade para 500 pessoas, a servir frequentemente casamentos e baptizados sem, no entanto, deixar de preservar a qualidade que lhe alcançou a merecida fama e a continuidade da cozinha de tradição minhota, que mantém como emblema.

Outra nota merece ser dada ao serviço, desempenhado com competência e simpatia por quem sabe o que faz, a prestar atenção e informar os clientes sobre os pratos, que servem nas doses adequadas. Os enchidos, caseiros no verdadeiro sentido da palavra, e a carne de porco, cuja matança é uma festa no Camelo, são elemento importante na sua cozinha. Provem-se, a começar o chouriço de carne assado em aguardente, o chouriço de sarrabulho no tacho ou um excelente chouriço de cebola, cozido ou assado, a orelheira, o toucinho ou ainda a sopa de sarrabulho e percebe-se porquê. A proximidade marítima faz-se bem respeitar no Camelo. Não falta a vianesa sapateira no carro entre preparações várias de lavagante, lagosta e camarão, com a distinção singular e os preços adequados entre os mariscos que são frescos e os que foram congelados.

2006-08-02
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida