Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 1
ver todos

Parque Temático Molinológico

de 1
ver todos

O Parque Temático Molinológico fica situado a sul do concelho de Oliveira de Azeméis, entre as freguesias de Travanca e Ul. Ocupa uma área de 29 hectares que são atravessados por dois rios - Antuã e Ul. De origem antiga, o parque revela indícios de ocupação romana o que pode ser confirmado pela existência de um marco miliário e uma lápide dedicada a um imperador romano. Como o próprio nome indica, este parque apresenta um conjunto significativo de infra-estruturas hidráulicas como moinhos, açudes e levadas. Todos estas construções eram fundamentais para desenvolvimento de uma das mais importantes actividades do concelho - a produção de pão. No Núcleo Museológico do parque existe um forno tradicional em funcionamento onde os visitantes podem assistir à elaboração do tradicional pão de Oliveira de Azeméis.

Acessos: O Largo do Souto, na freguesia de Ul, é um ponto de referência para poder aceder a todos os principais pontos do parque.
Horário de Funcionamento: Das 09:00 às 12:30 e das 14:00 às 17:30.
Observações: O parque dispõe de um auditório e de um bar de apoio.
Período de funcionamento: Todo o ano
Título: Moinhos do passado e do presente
Morada: Largo do Souto
Código Postal: 3720 604 UL
Tel: 265664043
E-mail: parque@moinhosdeazemeis.com
Site: www.facebook.com/moinhosdeazemeis
Distrito: Aveiro
Concelho: Oliveira de Azemeis
Freguesia: Ul

Parque Temático Molinológico - Oliveira de Azeméis


Memórias passadas movem moinhos.


Andreia Fernandes Silva

Tradições antigas reavivadas num parque temático com a colaboração activa de moleiros e padeiras. Um exemplo de recuperação do património aliado aos sabores da aldeia.

O cheiro de pão quente cozido no forno a lenha abre logo o apetite para uma viagem pela história das gentes da pequena localidade Úl, a escassos quilómetros do centro de Oliveira de Azeméis. Mas são os movimentos frenéticos de preparação da massa que denunciam o empenho no fabrico das afamadas padas de Úl, freguesia conhecida pelo pão estaladiço ou pela regueifa doce com travo a canela.

Esta e outras imagens podem ser presenciadas ao vivo ou visualizadas no auditório nos pequenos documentários de cariz antropológico que registam os rostos e histórias de pessoas que cresceram à volta dos moinhos.

Aqui não se utiliza a energia do vento. O segredo está no aproveitamento da capacidade hídrica da região, com força suficiente para fazer girar as pesadas mós. Por estes caminhos ainda andam moleiros que sabem explicar como se produz a melhor farinha, mas também se podem conhecer padeiras de gesto rápido sempre disponíveis para explicar como se faz o pão mais mole ou duro consoante o gosto do freguês.

Regresso ao passado

O Parque Molinológico de Oliveira de Azeméis, inaugurado em Março de 2009, permite entrar em contacto com uma realidade que muitos temeram entrar em extinção, mas cujo projecto constituído por 11 moinhos recuperados e divididos em três núcleos poderá agora ser replicado e expandido a outras freguesias da região.

Actualmente tudo se concentra numa área de 28,5 hectares das freguesias de Ul e Travanca, aquelas que reúnem o maior número de moinhos, 60 de um total de 300 inventariados no concelho.

Foi precisamente para perpetuar esta tradição local e, em simultâneo, aproveitar as casas de moleiro que iam ficando progressivamente ao abandono que a autarquia desenvolveu esforços para reactivar os moinhos de água e as correspondentes infra-estruturas hidráulicas. Ao mesmo tempo arranjaram-se os açudes e levadas para criar um parque inteiramente dedicado a uma actividade essencial ao longo de gerações.

2009-10-07
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida