Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 2
ver todos

Kidzania

de 2
ver todos

Situado no Centro Comercial Dolce Vita Tejo, o KidZania é um parque temático dirigido a famílias, com crianças dos 3 aos 14 anos. Uma cidade para as crianças poderem brincar aos adultos num ambiente realista. Aqui poderão escolher entre mais de 60 profissões diferentes e usufruir de actividades pedagógicas como ir ao aeroporto, fábricas, teatro, lojas, circuito automóvel, esquadra de polícia, bombeiros, imprensa, estúdio de TV, estádio e muitos outros. À entrada, as crianças recebem uma pulseira de segurança e 50 kidzoz (moeda oficial da kidzania) para gastar. As actividades são orientadas para suscitar nas crianças valores como a independência e a criatividade.

Dia(s) de Encerramento: Terças, Segundas
Horário de Funcionamento: Sábados, domingos e feriados das 11:00 às 19:00. De quarta a sexta, das 10:00 às 15:30 (período escolar) ou das 10:30 às 18:00 (fora do período escolar).
Serviços: Lojas, Parque de estacionamento, Parque infantil, Restaurante
Título: Cidade das crianças
Morada: Avenida José Garcês 32 Casal da Mira - Doce Vita Tejo
Código Postal: 2650 AMADORA
Tel: 211545530
E-mail: info@kidzania.pt
Site: www.kidzania.pt
Distrito: Lisboa
Concelho: Amadora
Freguesia: Brandoa

Kidzania – Amadora


Querida, encolhi os adultos


Andreia Melo

Se quer pôr os miúdos lá de casa a trabalhar como gente grande, fixe este nome: Kidzania. São 6500 metros quadrados e 2 pisos para desbravar…

E se lhe disséssemos que a cidade perfeita fica no interior do Centro Comercial Dolce Vita Tejo? Um sítio sem desemprego e onde tudo corre às mil maravilhas. Utopia? Não, Kidzania. Para lá chegar, só precisa de apanhar um avião. Só há um requisito para entrar: ter menos de 15 anos.

O conceito não é recente. Há 11 anos que existem Kidzanias espalhadas pelo mundo, mas a Portugal, a cidade de brincar chegou em Junho de 2009.

Na Terra do Sempre

Quando vir o nariz de um avião, sabe que chegou ao seu destino. As hospedeiras esperam por si para lhe fazerem o check-in e atribuir uma pulseira electrónica que permite sempre localizar as crianças que trouxe consigo, garantindo ainda que não saem do país das maravilhas com qualquer outro adulto.

Passada a manga do avião, já sabe, as regras inverteram-se. O lugar do leitor é na sala dos pais, onde pode descansar a ver um filme, navegar na Internet ou simplesmente relaxar numa das convidativas chaise-longues. Enquanto isso, os miúdos brincam ao faz de conta.

Podem ser bombeiros ou cirurgiões, actores ou operários fabris. O rol de profissões é vasto e há cerca de 50 a experimentar. Aqui, quem veste a farda e mete as mãos à obra é pago. Não em euros, mas em kidzos, a moeda oficial da kidzania. Não lhe dá jeito cá fora, mas ali garantimos que pode ir às compras, fazer cursos de magia, andar na pista de automobilismo, ir ao teatro, dançar numa discoteca (sim, é verdade isto não é trabalho...) ou alugar o estádio da cidade. Nada que o leitor não fizesse...

2010-06-02
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida