Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Sharks: uma missão de Brian Skerry

Porto

Exposição

Exposição da National Geographic

Uma das exposições mais emblemáticas da National Geographic chegou ao Porto e convida-o a embarcar numa viagem idílica ao mundo dos tubarões.

Sharks: uma missão de Brian Skerry” expõe 50 fotografias da autoria de um dos principais fotógrafos subaquáticos do mundo, apresentando “um novo olhar sobre os predadores do oceano para que os visitantes percebam a importância da sua proteção”, começa por descrever o artigo sobre a exposição no site da National Geographic.

A mostra, que bateu recordes de visitas nos EUA, chegou à Europa em 2018, sendo Portugal o país eleito para a estreia. Depois do Oceanário de Lisboa até ao último mês de janeiro rumou, desta vez, à Galeria da Biodiversidade do Centro de Ciência Viva da Universidade do Porto e por lá ficará até 31 de dezembro de 2019.

Uma das grandes novidades da exposição é a jaula de mergulho, uma instalação onde os visitantes podem sentir o que é estar no fundo do mar e nadar com tubarões.

A paixão de Skerry por tubarões foi imediata quando encontrou o seu primeiro tubarão azul, há 30 anos, na costa de Rhode Island, nos Estados Unidos. A isso, somou o facto de cerca de 100 milhões de tubarões serem capturados todos os anos levando, em alguns casos, à sua quase extinção. “Estes predadores são essenciais para as cadeias tróficas oceânicas e para o equilíbrio dos ecossistemas marinhos, contudo, estão em permanente risco de sobrevivência”, descreve o site.

Foi esse cenário que inspirou Brian Skerry a fotografar várias espécies de tubarões e a sensibilizar o público para o perigo da sua extinção. Atualmente, mergulha oito meses por ano, e já soma mais de 10 mil horas debaixo de água e 14 viagens à volta do mundo.

A entrada na exposição tem um custo de 5 euros (há preços especiais para grupos) e pode comprar o seu aqui.

Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida