Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Pour ma Sophie

Porto

Grátis

Exposição inédita para celebrar o centenário

Entre 2015 e 2018 foram identificados na biblioteca pessoal de Sophia de Mello Breyner Andresen mais de 300 livros com dedicatórias a Sophia que lhe foram oferecidos ao longo de 70 anos por autores e artistas de renome como Carlos Drummond de Andrade, Maria Helena Vieira da Silva, Miguel Torga, José Saramago, Agustina Bessa-Luís, Herberto Helder, Teixeira de Pascoaes, Arpad Szenes ou Jorge de Bessa.

Todo este acervo vai estar numa exposição inédita de Oxana Ianin, com curadoria de Martim Sousa Tavares, e terá lugar na Galeria da Biodiversidade – Centro Ciência Viva no âmbito das comemorações do centenário de Sophia.  

A descoberta destas dedicatórias foi feita, precisamente, por Martim Sousa Tavares, seu neto, que revelou ao portal de notícias da Universidade do Porto: “Foi durante as férias de verão que me interessei pela primeira vez por esses livros, e comecei a constatar que muitos deles estavam assinados, alguns contendo mesmo dedicatórias belíssimas, e aqui começou a nascer a ideia de fazer algo com eles”.

Além das dedicatórias, os livros guardavam também entre as suas páginas dezenas de manuscritos nunca antes expostos, correspondência, traduções, ensaios e outros materiais.

A entrada é gratuita e estará patente de 25 de janeiro a 22 de fevereiro, de terça a domingo, das 10h às 18h.

Ao longo destas comemorações, o Jardim Botânico do Porto – espaço que foi noutros tempos propriedade dos avós de Sophia – vai voltar a chamar-se “Jardim de Sophia” como homenagem a um local que foi emblemático para a poeta e que nele se inspirou para tantos contos e poemas que escreveu.

Para obter informações mais detalhadas, clique aqui.
 
 

Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida