PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Parques de ciência

Miúdos à experiência

No mês em que nasceram Darwin, Copérnico e Galileu, queremos saber quantos mais iguais a estes mas em ponto pequeno andam por aí. O isco? Ateliês científicos, claro…

A gastronomia também tem o seu quê de ciência

O que têm em comum uma tabela periódica e um livro de receitas? É esse o mistério que os miúdos vão ter decifrar no laboratório do Centro Ciência Viva da Floresta, em Proença-a-Nova. A proposta em cima da mesa é confecionar um prato de scones e para isso, quem participar no workshop, deverá fazer-se valer de algumas regras básicas que é a ciência quem ensina.

A atividade tem lugar este fim-de-semana. Há duas sessões a decorrer tanto no sábado como no domingo. A primeira começa às 11 horas e a segunda arranca às 15.30 horas. Cada participante paga um euro para aprender como se faz farinha da Ciência…

Centro Ciência Viva da Floresta
Tel.: 274 670 220
www.ccvfloresta.com


Para tudo há uma explicação científica

O Centro de Ciência Viva do Lousal desafia os mais novos a descobrir as diferenças entre poções mágicas e soluções, entre superstições e teorias científicas, entre o mundo do fantástico e o que num laboratório são factos. Sem varinhas mágicas por perto e apenas com a inteligência como arma, as crianças podem transformar-se em cientistas capazes de desmistificar qualquer bruxaria…

Os cientistas que conduzem a visita guiada ao espaço – intitulada Laboratorium – vão mostrar a verdadeira magia que está por detrás das fórmulas científicas. É que eles não acreditam em bruxas.

Mina de Ciência – Centro Ciência Viva do Lousal
Tel.: 269 508 455
www.lousal.cienciaviva.pt


Entrudo científico

Andreia Melo 2012-02-01

Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida