PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Calita na Ásia

Os últimos posts do Panados e Arroz de Tomate têm vindo de Timor Leste. E depois de Bali. É de lá que Calita Fonseca discorre sobre o que a fascina na cultura asiática. E resolve aprofundar um tema que só quem não a conhece pode achar inesperado.

por Calita Fonseca

Quando há dois, ou três meses escolhi os temas sobre os quais ia falar no lifecooler estava longe de imaginar que na semana do Japão estaria precisamente na Ásia.

Na altura achei que podia ter alguma coisa a dizer sobre sushi, mais precisamente sobre um jantar muito especial no Porto, ou sobre um filme que vi há uns 10 anos – Uma História Japonesa de Amor - e que, por qualquer razão, me marcou.

É claro que se me pusesse a escrever sobre filmes, duvido que não fosse parar ao Myasaki e ao maravilhoso Castelo Andante, mas passemos à frente, que já se percebeu que o rumo deste texto é outro.

Portanto, dizia, na altura lembrei-me que podia escrever sobre tudo e mais alguma coisa relacionada com o Japão, menos com a que me ocorre neste momento, quando estou em Bali, depois de ter passado um mês em Timor Leste: sanitas.

Alguns amigos meus, que visitaram o Japão, já tinham feito referência às sanitas de lá e aos respectivos esguichos de água para lavar as partes e hoje pude, finalmente, saber do que falavam.

Tanto em Timor Leste, como em Bali, o que se encontra nas casas de banho são umas mangueiras (ou em substituição destas, um balde de água com um cabaço) que, supostamente, substituem o papel higiénico. Ora, como me parecia muito estranho usar uma mangueira na sanita fui evitando o novo elemento, até um dia decidir experimentar. A sério, fiquei fã desta coisa de sair da casa de banho lavadinha*!

Mas hoje aconteceu ter de mudar de quarto no hotel onde estamos instalados e, pela primeira vez, ter-me sentado numa dessas sanitas modernas (nesta parte da Ásia) com os esguichos direccionados para os devidos sítios e, bom, percebo a modernice, mas as mangueiras, apesar de pouco elegantes, parecem-me bem mais eficazes.

Espero, sinceramente, que neste momento não estejam a visualizar-me sentada numa sanita com uma mangueira na mão a regar certas partes do corpo mas, efectivamente, ninguém me mandou falar disto em vez das magníficas frangipanis deste lado do mundo (não sei se é muito óbvio que esta pequena referência serve apenas para justificar a foto).

*ajuda muito o facto de estar sempre calor e de a roupa secar em três tempos.

A autora e o blogue
É do Porto de alma e coração (Oportolobers é o seu outro amor), vive em Lisboa mas há de regressar a casa. Ex-jornalista, mãe de três, Calita Fonseca mantém o blogue Panados e Arroz de Tomate desde 2010. Aqui discorre sobre tudo o que lhe apetece: os filhos, a vida e tudo o resto. Recebeu uma Menção Honrosa no Prémio Mãe Blogger, em 2012.
Blogue
Facebook

 

Textos anteriores no Lifecooler

Fotofobia no Quiosque de São Roque

Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida