Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Novos artesãos

De origem algarvia, o Projeto TASA inova os produtos artesanais através do design, apresentando peças reinterpretadas e revalorizadas, com recurso a materiais e símbolos locais.
Estas almofadas em linho e lã, do Cachopo (aldeia do concelho de Tavira),têm motivos decorativos inspirados em alforges antigos.
Fabricado em cana e cortiça, o Apito dos Namorados, com dois apitos incorporados, encanta qualquer apaixonado.
A bijutaria está representada por estas peças feitas a partir de sementes, frutas e pedaços de madeira do interior algarvio, trabalhados na sua forma natural depois de secos.
O artesanal abriga a tecnologia mais avançada. Bolsas para telemóveis, ipods e outros aparelhos, tecidas em fio de algodão e restos de tecidos reciclados, no tear tradicional.
Para longas caminhadas de descoberta, o bordão (ou cajado) em cana, palma e cortiça é o objeto indispensável. Não lhe falta sequer o compartimento secreto para recolher pequenos achados do passeio.
A omnipresente cortiça, um dos materiais estrela da região, é o principal componente destes candeeiros que tiram partido das suas características de leveza e isolamento térmico.
Nesta versão, o foco de luz provém de uma feliz combinação de cortiça e cerâmica (barro vidrado) que dá origem a uma peça ao mesmo tempo sólida e suave.
O mesmo candeeiro visto do interior. Existem diferentes motivos coloridos, escondidos, que se revelam com a luz.
Uma das peças mais apelativas pela sua simplicidade e funcionalidade. Os clássicos clips, feitos à mão com cana do Algarve, numa versão serrana que aproveita a flexibilidade deste material natural.
Para crianças e não só, estes modelos de platibandas algarvias permitem recriar de forma divertida e criar motivos decorativos inspirados em símbolos da arquitetura típica da região.
Uma verdadeira originalidade. O isqueiro tradicionalmente usado pelos pastores algarvios foi recriado numa curiosa peça, muito útil em dias de vento.
Para ir às compras, ao parque ou à praia, quem não gostaria de levar ao ombro um destes coloridos sacos feitos em empreita de palma com folhas de palmeira?
Por fim, um recipiente em barro concebido especificamente para a bebida mais emblemática da região, a aguardente de medronho.

As peças únicas do Projeto TASA

Céu Coutinho 2012-04-11

Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida