PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Hotel Rural Solar da Fornalha - Olhão

Antigo solar com um jardim paradisíaco às portas de Moncarapacho.

Os jardins do Éden

Do antigo campo de oliveiras e azinho, nasceram as acácias, palmeiras, malmequeres e outras flores de todas a cores e feitios. Em baixo do sol castigador do Algarve, sente-se a frescura do momento graças ao frondoso jardim de sombras generosas que se debruçam sobre nós. Da primeira vez que visitam o hotel, os hóspedes surpreendem-se. O carro fica no parque, ainda apartado da casa, que dali não se avista, graças à frondosa acácia. Depois, caminhando talvez uns oitenta metros, chega-se à recepção.
Contempla-se a obra e conclui-se que realmente o jardineiro fez um trabalho fantástico. O jardim é impressionante.

Ao entrarmos reparamos no bom gosto da decoração. O antigo lagar de azeite foi bem recuperado, mas conserva ainda a prensa de madeira e numa sala contígua, almofadões que se encaixam por entre redondas as talhas de azeitonas. Um lugar fresco no Verão. Depois, existem vários jogos de sofás alinhados com a lareira e algo de surpreendente: uma clarabóia interior que alberga a antiga cisterna da casa. Está repleta de era e flores coloridas, o que lhe dá um distinto toque campestre.

A casa data do século XIX, mais precisamente de 1868, e apesar de todas as reformas empreendidas, ainda se percebe que este solar brasonado tem história.

Quartos com vista especial

Cada quarto tem a sua particularidade, mas todos têm algo de comum, as suas portas. São sempre duas portas estreitas que abrem em par. Foi algo que os proprietários decidiram manter, respeitando o traço antigo da casa. Depois, os pormenores variam de acordo com a decoração e a categoria do quarto. Até as casas de banho são engraçadas e se tiver sorte é capaz de tomar banho numa banheira que imita na perfeição os modelos dos finais do século XIX, ao melhor estilo D. Maria e D. José.

Junto à piscina estão os apartamentos, que são os predilectos de casais com crianças ou grupos de amigos, já que o preço sai mais em conta. Mais elevados do que a casa, localizados no cimo de um cabeço, têm vista para o mar e para a cidade de Olhão que se ergue lá ao fundo, oferecendo-nos uma bonita perspectiva do Parque Natural da Ria Formosa.

N'Dalo Rocha 2004-08-10