PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Chocolates no mercado

Delicie-se na nova chocolataria da cidade.

A funcionar desde Dezembro no mercado de Campo de Ourique, o Mercado Chocolate poderia ser a casa de Hansel e Gretel. Mas não, é uma loja especializada em chocolate artesanal, onde até os mais resistentes se entregam ao pecado da gula. Mas não vale a pena chorar pelo chocolate derramado, a igreja do Santo Condestável fica mesmo em frente...

Com o Dia dos Namorados à porta, fomos namorar o Mercado Chocolate. Gourmet q.b., nesta loja pequena e intimista, forrada a castanho, com apontamentos de cor-de-rosa fuscia, é o chocolate que conta. Foi assim que descobrimos que em Fevereiro nem tudo têm de ser rosas e isso não é nada mau. E descobrimos também que o que é nacional é bom. Ou não fossem as iguarias da casa produção nacional.

A oferta é muita e especializada. O denominador comum é o chocolate - negro, de leite, branco, em pó ou pura e simplesmente cacau. E onde há chocolate aos molhos, não podia faltar molho de chocolate. Sozinho ou de mãos dadas com outras iguarias, é o ex-libris da casa. Seja sobre frutos secos, misturado com ameixas e figos ou envolvido com licor de poejo, moscatel ou vinho do Porto (vintage, se é que nos entendem). E os formatos também variam, o mais curioso são os copos onde se bebe uma versão achocolatada da Ginginha de Óbidos.

Chocolataria europeia

O projecto nasceu das mãos de Joana Severino e da mãe, Maria João de Almeida Araújo. Apaixonadas por chocolate e pelas chocolatarias europeias, trouxeram o conceito para o bairro de Campo de Ourique. Conceito estrangeiro, mas produtos nacionais que o nosso paladar conhece de ginjeira (e da ginjinha também). Saídos das mãos de chocolateiros portugueses (ou a viver em Portugal) e da fusão com produtos portugueses, são cortesia de senhores como Frank Vermorgen, proprietário da Quinta do Xocolatl,e de Alex (proprietário da Chocolataria do Teatro em Leiria). Contam-se de uma assentada as opções importadas: chá e/ou café aromatizado com chocolate, chocolate branco em pó, spaghett italiano de chocolate.

Marcas estrangeiras são duas: Corallo e Zotter. Entre as portuguesas, encontram-se a Zira Cadaval, Júlio Pimentel da Fonseca, Boa Boca Gourmet, Casta Lusa, Mestre Cacau e a Bombondrice.

E para quem achava que açúcar e chocolate andam sempre de mãos dadas, desengane-se. Aqui não só há bolachas sem glúten, como também há chocolate sem açúcar e produtos afins. Encontra inclusive toda uma gama de tabletes em que o cliente pode escolher a percentagem de chocolate. Para os alérgicos à lactose, a solução é chocolate com leite de soja. E para as crianças, há chupa-chupas de chocolate e pequenas barras nutritivas com vários sabores. Com tanta oferta, só mesmo fazendo um-do-li-tá...

Andreia Melo 2008-02-06