PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Casa a Granel - Lisboa

Os únicos artigos vendidos à unidade são os doces que dão cor ao balcão principal, como os históricos Dr. Bayard ou Flocos de Neve. De resto, é tudo à granel.
Alguns artigos são acompanhados pela tabuleta “Diz-se por aí” que fala das suas características e propriedades. Por exemplo, sabia que as sementes de chia poderão ter 6 vezes mais cálcio que o leite e 12 vezes mais magnésio que os brócolos?
São vários os produtos que remetem para os sabores e memórias de outros tempos. Na Casa a Granel nem sequer faltam couratos.
São vários os produtos que remetem para os sabores e memórias de outros tempos. Na Casa a Granel nem sequer faltam couratos.
Aqui é o próprio cliente que se serve, colocando os produtos num saco de papel e pesando-os numa balança antiga. Depois, o peso é conferido no balcão e atribuído o preço final.
Muitos produtos estão disponíveis em várias opções, como as nozes, com diferentes calibres e proveniências.
Os produtos desidratados, como a pêra rocha, o mirtilo, o kiwi ou o abacaxi são uma boa alternativa às tradicionais frutas cristalizadas por serem mais saudáveis e menos calóricos.
Situada em Campo de Ourique (Rua Francisco Metrass, 6B), em frente à Igreja de Santo Condestável, esta é uma loja de produtos a granel onde a conta depende apenas do peso.
Inaugurada em dezembro de 2015, a Casa a Granel tem cerca de 190 produtos à venda, como frutos secos, farinhas e leguminosas secas, sementes alimentares, artigos desidratados, chás e especiarias.
Na Casa a Granel os clientes só levam a quantidade de produto que realmente precisam. Além de ajudar a combater o desperdício, este modelo também poupa na carteira ao oferecer preços em conta.
A maioria dos produtos é proveniente de Portugal, caso da flor de sal de Aveiro ou da amêndoa de Trás-os-Montes. Alguns também são biológicos, como o arroz ou as farinhas.

Nelson Jerónimo Rodrigues 2015-01-05