PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 6
ver todos
Ver
mapa

Peneda Hotel

de 6
ver todos

Na serra da Peneda vive-se a emoção da descoberta pela paisagem deslumbrante. Património Mundial de Biosfera pela UNESCO em 2009, eleita uma das Sete Maravilhas Naturais de Portugal em 2011, integrante no conceituado grupo Panparks, o Espaço Peneda materializa o verdadeiro espírito serrano da contemporaneidade. O Peneda Hotel, edificado junto ao Santuário da Peneda, dispõe de 20 quartos equipados com casa de banho privativa, telefone, televisão por cabo e secretária. Todo o hotel está equipado com internet wi-fi gratuita.
Dispõe ainda de um alojamento complementar, Pousada/Abrigo, caracterizado pelo espírito comunitário, ideal para grupos ou colónias de férias.
Poderá também experimentar a tradicional cozinha portuguesa no restaurante do hotel, que pratica uma combinação de sabores com o toque das terras minhotas, acompanhado dos melhores vinhos verdes e alvarinhos da região.

Acessos: A 40 km de Arcos de Valdevez: N202.
Categoria: 3 estrelas
Localização: Montanha
Nº de camas: 40
Nº de quartos: 30
Acessibilidade física: Lugares de estacionamento para pessoas com deficiência, Entrada e acesso à sala possível por pessoas em cadeira de rodas, WC adaptado, Elevador
Detalhe de acessibilidade física: Lugares de estacionamento para pessoas com deficiência a 10 metros do hotel e do restaurante. A entrada e acesso à sala do restaurante não oferece obstáculos para cadeiras de rodas e o acesso ao hotel é feito de elevador. Existe um WC adaptado para pessoas com deficiência no piso 1.
Detalhe de informação acessível: O braille existe apenas no elevador.
Informação acessível: Braille
Serviços / Equipamentos: Restaurante, Sala de reuniões / conferências, Telefone nos quartos, TV nos quartos, TV Satélite/TV Cabo, Aquecimento, Wireless gratuito
Morada: Lugar da Peneda Gavieira
Código Postal: 4970 150 GAVIEIRA
Tel: 251460040
E-mail: reservas@penedahotel.pt
Site: www.penedahotel.pt
Distrito: Viana do Castelo
Concelho: Arcos de Valdevez
Freguesia: Gavieira

Peneda Hotel - Gerês


Um hotel à medida do único Parque Nacional do país.


Paula Barreto

A Peneda não é Roma, e ainda bem. Apenas um caminho vai lá dar, e acertar com ele é uma sorte, um desafio. A quase não existência de sinalética (por estar inserido no Parque Nacional da Peneda - Gerês) e o trajecto sinuoso entre montanhas, com uma paisagem que alterna entre arvoredo exuberante, morros de pedra e vales com riachos, sempre sob o olhar vigilante do gado Barrosão e dos cavalos selvagens, faz deste percurso um mistério com final feliz.

E do céu caiu uma estrela...de granito

Estamos a 780 metros de altitude, num local onde a natureza impera. Tudo é verde, tudo é água. Os povoados são cada vez mais escassos e no fim desta linha de cheiros e silêncios encontra-se, imponente e sóbrio, o Hotel da Peneda. Vigiado ele próprio pelo Penedo da Meadinha – um afloramento granítico com cerca de 300 metros de altura, que concede toda a mística ao local.

Mesmo que o primeiro impacto o leve de imediato a querer partilhar o achado com aqueles que não estão presentes... esqueça, porque não há rede de nenhuma operadora de telecomunicações que conceda este desejo. E é nesse momento que redescobrimos que viver sem telemóveis é mesmo bom.

O Hotel da Peneda nasceu em 1940. No entanto, nos últimos anos beneficiou de uma séria remodelação, tendo reaberto no ano passado, por alturas da grande romaria que aqui tem lugar. Ei-lo de cara e alma lavadas. A sua fachada lisa e granítica é rasgada por várias janelas que compõem os 20 quartos, todos eles com vista para o largo do Santuário de Nossa Senhora da Peneda e para as lojinhas de barros e "recuerdos". O hotel cheira a novo, graças ao investimento da Confraria Senhora da Peneda.

As linhas direitas e a decoração minimalista dominam os detalhes, sem, no entanto, se descuidar o conforto. Apontamentos de cor dão vida às paredes quase despidas, contrastando com o branco e com o granito, elemento sempre presente dentro e fora do edifício.

Santo repouso

Os quartos, todos duplos, são confortáveis e familiares. O tom pastel foi o escolhido para proporcionar tranquilidade, conjugado com a madeira quer do piso, quer das cabeceiras das camas. Deve adiantar-se que estes aposentos estão mais preparados para os rigores dos meses frios do que para o calor dos meses quentes. Uma coisa é certa, aqui poderá dizer-se, com toda a confiança, “mas que bem que se está à janela”, pois por todo o lado há janelas estrategicamente localizadas que apelam à contemplação da Natureza envolvente.

A sala de estar é tripartida por espaços diferentes: poderá relaxar no canto da leitura, com uma lareira à altura das necessidades, uma mesa de jogos de tabuleiro ou cartas, ou saber as últimas do mundo na sala de televisão. Daí existe uma passagem para o bar, um cantinho agradável em tons beringela com bancos cilíndricos de pele. Uma escadaria de granito leva-nos ao amplo auditório, bem equipado e preparado para receber conferências, palestras, seminários e até projecção de filmes.

2006-08-23
Seja o primeiro a avaliar