Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

16º

de 11275
ver todos

Heritage Av Liberdade Hotel

16º

de 11275
ver todos

Localizado na principal avenida de Lisboa - Avenida da Liberdade - num edifício do século XVIII, este hotel foi decorado pelo famoso arquitecto português Miguel Cancio Martins. O Heritage Av Liberdade foi vencedor dos Óscares do Imobiliário em 2008, na categoria de Reabilitação, tendo também integrado a Hot List 2007 da prestigiada publicação Condé Nast Traveler.

Categoria: 4 estrelas
Hotéis nacionais pertencentes ao grupo: As Janelas Verdes, Heritage Av Liberdade Hotel, Hotel Britania, Hotel Lisboa Plaza e Solar Do Castelo
Localização: Centro Cidade/Vila
Nº de quartos: 42
Observações: Acesso gratuito a Wireless de banda larga e Internet point com impressora.Leitor CD/DVD nos quartos.Espaço Fitness com Jet Pool.
Cadeia / grupo de hotéis:: Heritage
Preço Época Alta: 255.00
Preço Época Baixa: 206.00
Serviços / Equipamentos: Ar condicionado em áreas comuns, Ar condicionado nos quartos, Piscina interior, Aquecimento, Wireless gratuito
Morada: Avenida da Liberdade 28
Código Postal: 1250 145 LISBOA
Tel: 213404040
E-mail: avliberdade@heritage.pt
Site: www.heritageavliberdade.com/
Distrito: Lisboa
Concelho: Lisboa
Freguesia: São José

Hotel Heritage Av. Liberdade


Uma safira na Avenida


Francisco Gomes

A recuperação de um edifício do séc. XVIII fez nascer um novo hotel de charme numa das principais avenidas de Lisboa. Apetece-lhe algo com muito estilo e a transbordar de cosmopolitismo? Veio ao sítio certo.

Quem passa habitualmente pela Avenida da Liberdade, pode já ter reparado num edifício azul profundo, na esquina com o Largo da Anunciada, antes de chegar aos Restauradores. No meio de lojas de joalharia e alta costura, a presença do mais recente hotel da rede Heritage tem o enquadramento ideal. Os tons dourados que saem das janelas e da porta indicam que ali existe algo de exclusivo e acolhedor.

A cadeia de hotéis Heritage é conhecida pela localização “estratégica” em Lisboa dos seus hotéis de charme (veja-se o exemplo do Janelas Verdes, do Solar do Castelo, do Britania e do Plaza) e este não é excepção. A um passo da Baixa e junto ao elevador do Lavra, que ascende a uma das colinas mais bonitas da capital, o hotel está próximo de tudo o que interessa.

Um moderno com retrovisor

Ao entrarmos, somos recebidos pelo alto pé-direito do lobby e pela decoração de inspiração burguesa do século XIX. Aqui houve traço sabedor, pensa-se, e com razão. O projecto e decoração do edifício esteve a cargo do arquitecto português Miguel Câncio Martins, conhecido pelas suas intervenções em espaços como o Thiou e o Buddha Bar, em Paris, o Strictly Hush, em Londres, e o Man Ray, em Nova Iorque. A reabilitação procurou manter o espírito original do edifício, mantendo-se integralmente a fachada setecentista, as cantarias, os gradeamentos das varandas e a porta principal de madeira. No interior, foram recuperados os azulejos pombalinos e restauradas algumas peças de mobiliário que pertenciam a antigos inquilinos.

Feito o check-in, é tempo para explorar. Subindo umas escadas em caracol, à esquerda da entrada, tem-se acesso a uma mezzanine que serve de biblioteca e tem computador para consulta da internet. Os livros de arte e de viagens não faltam, bem como as revistas, mas também existem romances para momentos de calma mais prolongada.

2007-02-07
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida