Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

98º

de 687
ver todos

Alto da Lua

98º

de 687
ver todos

Na área de Paisagem Protegida da Costa Vicentina, o Alto da Lua é uma antiga escola e casa rural, situado no alto de um dos montes da serra de Espinhaço de Cão. Tem uma magnífica vista para o mar. É um edifício moderno, com paredes envidraçadas que convocam a paisagem para o interior deste. A decoração é minimalista mas moderna, procurando tirar proveito dos espaços arejados. O branco é a cor dominante.

Localização: Campo
Nº de camas: 22
Nº de quartos: 11
Período de funcionamento: Todo o ano.
Preço Época Alta: 68.00
Preço Época Baixa: 55.00
Categoria: Turismo Rural
Serviços / Equipamentos: Barcos, Bicicletas, Estação de autocarros, Estação de comboios, Jardim, Parque de estacionamento, Pesca, Piscina exterior, Refeições, Sala de bilhar/snooker, Sala de estar comum, TV nos quartos, TV Satélite/TV Cabo, Zona de caça
Código Postal: 8670 120 ALJEZUR
Tel: 282356047
E-mail: info@altodalua.eu
Site: www.altodalua.eu
Distrito: Faro
Concelho: Aljezur
Freguesia: Aljezur

Na corte de Pero Jaques


Uma escola abandonada no meio de um monte foi transformada em turismo rural. As vistas vão longe e nós podemos acompanhá-las. É tudo uma questão de quanto tempo se pode ficar.


Paula Oliveira Silva

Quando se quer passar uns dias no Algarve, raramente se pensa em descanso. Os temas mais associados a estas terras do sul são animação, noitadas, ruas cheias de gente e outros do mesmo género. Neste caso específico, nada mais errado. Este Algarve de que falamos é outro, mais selvagem e até mais belo. Fica em plena zona protegida do litoral vicentino e tem a sorte de contar com uma botânica em muitos casos rara e com praias desertas que poucos conhecem. E para ficar, um turismo rural com um nome pouco vulgar, mas com uma panorâmica de fazer inveja.

A corte vista de fora

Fica a corte Pero Jaques na serra de Espinhaço de Cão, bem no alto de um monte, que de ser tão alto dá para avistar Portimão, Sagres e no meio destas duas localidades, Lagos, a pouco mais de 15 quilómetros dali. Isto para sul, porque a sudoeste a conversa é outra. Dez escassos quilómetros separam-nos de praias como Vale Figueira e logo depois Arrifana. Tudo paragens a descobrir.

Para quem nunca aqui esteve, um quadro destes impressiona. E quem já é repetente nestas andanças, impressiona à mesma. Estamos em pleno contacto com a natureza e até as construções em redor rareiam. Como já deve ter percebido, trata-se de outro Algarve, muito pouco turístico. O ideal para quem está farto de confusões e gosta de fugir ao stress.

Dentro deste espírito de descanso, foi construída a Corte Pero Jaques, lugar recatado onde se promove o contacto com o meio envolvente. Tudo o que é hoje, começou com uma antiga escola abandonada no meio de um monte. Após as obras de recuperação, acrescentou-se outra ala mais moderna. À frente desta, está a piscina panorâmica. Uma forma original de estar dentro de água sem perder de vista o mar. Para se continuar neste contemplamento, existem ainda as espreguiçadeiras ou, agora já mais secos, a rede. Enquanto se está neste relaxar, atrai-nos o cheiro a esteva que cresce selvagem.

2002-11-19
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida