Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 15
ver todos

Restaurante O Álvaro

de 15
ver todos

A pequena dimensão do espaço não chega, de maneira nenhuma, para acolher a legião de apreciadores deste poiso da gastronomia alentejana, situado a cerca de 10 km de Portalegre. A reserva torna-se, por isso, indispensável. O nome do restaurante deve-se ao próprio dono, o sr. Álvaro Feio que, juntamente com a sua mulher, criou e mantém uma "catedral" de boa cozinha, que representa com excelência os petiscos e pratos típicos da região, sem esquecer a doçaria conventual e os vinhos alentejanos.

Acessos para deficientes: Sim
Ambiente e decoração: Ambiente familiar e decoração tipicamente regional.
Bar/Sala de espera: Bar
Dia(s) de Encerramento: Quintas
Especialidades: Carne: Farinheira, Linguiça; Coração de Pato; Arroz de pato; Tomatada de pezinhos; Galinha no forno; Lacão assado; Leitão frito; Bifinhos de veado com cogumelo e Açorda de pato. Doces: Pudim de ovos e Doces caseiros.
Estacionamento: Sim
Horário de Encerramento: 02:00
Lotação: 30
Necessidade de reserva: Aconselhável.
Preço Médio: 20.00
Recomendado para grupos: Sim
Sanitários para Deficientes: Não
Serviços: Ar condicionado, esplanada.
Tipo de Restaurante: Regional, Portuguesa, Fora-de-horas, Alentejana
Horário de Funcionamento: Das 09.00 às 02.00.
Acessibilidade de deficientes motores: Acessibilidade fácil
Morada: Largo Simão Manuel Redondo 8
Código Postal: 7300 589 URRA
Tel: 245382283
Distrito: Portalegre
Concelho: Portalegre
Freguesia: Urra

Restaurante O Álvaro - Portalegre


Uma casa acolhedora.


N´Dalo Rocha

Pequeno, acolhedor e familiar são características que lhe assentam como uma luva. Situado na Urra, a cerca de 10 quilómetros de Portalegre, o Restaurante O Álvaro tem capacidade para receber pouco mais que trinta pessoas.

Aos fins-de-semana é uma autêntica romaria com clientes de Portalegre e arredores. Mas também vêm de lugares tão distantes como Lisboa, Beiras e até do Porto. O Sr. Álvaro Feio não tem mãos a medir e alguns vêem-se na contingência de aguardar mais alguns minutos. Ficam de pé junto ao balcão do bar que já foi um tasco, talvez a abrir o apetite com uma tacinha de azeitonas.

Faz parte do charme da casa e as pessoas aguardam sem reclamar muito até porque a qualidade dos restaurantes não se mede pelo tamanho da sala mas sim dos petiscos que saem da cozinha. 

E é neste capítulo que todo o saber é avaliado e degustado. Já na sala, começa-se pelas farinheiras, linguiças e pratinhos de queijo, enquanto se olha a carta e se opta entre o coração de pato, o arroz de pato ou os pézinhos de tomatada e também o leitão frito ou a açorda.

Porém, a especialidade da casa é o lacão assado, que é o pernil de porco assado no forno cuja fórmula para o deixar no ponto está guardada no segredo dos deuses. É claro que existem outros pratos mais convencionais como as bochechas de porco preto ou as febras, ainda que os clientes habituais prefiram as especialidades.

E a acompanhar estes manjares existe uma garrafeira à altura das circunstâncias. Na carta de vinhos sobressaem os bons vinhos regionais alentejanos. Para terminar, delicie-se com o pão de rala ou a sericaia de Elvas, de modo a rematar uma excelente refeição.

REPORTAGEM ACTUALIZADA EM AGOSTO DE 2009

2004-02-25
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida