Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

41º

de 972
ver todos

Restaurante Espaço Açores

41º

de 972
ver todos

Trazer um pouco dos Açores e da sua gastronomia para Lisboa é a proposta deste espaço situado na Ajuda. Com uma agradável vista panorâmica e tirando partido dos materiais da região de origem, o Espaço Açores proporciona uma viagem pelos diversos sabores das ilhas açorianas.

Dia(s) de Encerramento: Terças
Especialidades: Entradas: Queijo com pimenta da terra; Queijo do Pico - Corvo - Stª. Marª. - Flores; Lapas na grelha; Morcela c/ laranja; Morcela c/ ananáz; Favas d´unha; Massa sovada c/manteiga; Bolo de milho ; Pé de torresmos; Mólhos de Stª. Maria; Garapaus; Búzios; Pão de Lapas; Erva patinha.Peixes:Sopa de peixe; Véja; Lírio na grelha; Bacalhau picaroto; Arroz de lapas; Lulas guisadas/fritas; Filetes de abrotea ou peixe porco; Polvo à Regional; Moreia frita; Rocáz; Sadada de rocáz; Boca negra; Bifes de Atum; Atum assado ;Atum na grelha; Encharéu, Abrótea; Garopinhas; Bicuda; Caldo de Peixe; Cavala recheada; Chicharrinhos; Serra; Alcatra de peixe; Anchova; Sargo; Besugo;Mero. Carne: Alheira de Stª. Maria; Coelho Bravo; Espetada Açoriana; Alcatra à Terceirence; Mólha de carne Torresmos de molho de figado; Cozido das Furnas; Bife Micaelense, Linguiça com inhames; Torresmos; Feijão assado, Sopas d´O Sr Espirito Santo (no 1º fim de semana do mês); Caldo de nabos.Sobremesas: Pudim de maracujá; Pudim de mel; Pudim bolacha; Barriga de Freira; Charlot de maçã; Doce de vinagre; Batatada; Queijo com doce de capuchoFofas ou Felhoses de forno; Pastéis de maçã; Tigelada de S. Miguel; Arroz doce; Araçais; Mousse de araçais; Pudim de coco; Pudim mulato; Fruta do diaPudim de feijão; Bolo de caramelo; Bolo de frutas; Pudim de abóbora; Pudim de chá; Pudim ananás; Queimada d`ovos; Espera maridos; Souflé de ameixa; Queijos das várias Ilhas.
Estacionamento: Sim
Horário de Encerramento: 00:00
Lotação: 50
Necessidade de reserva: Aconselhável
Preço Médio: 25.00
Recomendado para grupos: Sim
Sanitários para Deficientes: Não
Serviços: Reserva de Sala para Grupos e Eventos; Ar condicionado
Tipo de Restaurante: Portuguesa, Regional
Horário de Funcionamento: De: 4ª a 2ª das 12.00h às 24.00h
Área para fumadores: Não Fumadores
Morada: Largo da Boa Hora Loja 19 Mercado da Ajuda
Código Postal: 1300 100 LISBOA
Tel: 213640881
E-mail: restaurante@espacoacores.com
Site: www.espacoacores.com
Distrito: Lisboa
Concelho: Lisboa
Freguesia: Ajuda

Restaurante Espaço Açores - Lisboa


Uma ilha na cidade.


Ana Marta Ramos

A casa não é propriamente nova, mas a novidade é de peso. Alfredo Alves deixou a cave que ocupou, durante cerca de oito anos, na Rua Frei Carlos, sob o nome pouco elucidativo de Bambino d’Oro, e instalou-se numa sala soalheira e com vista sobre o Tejo, no novo Mercado da Ajuda, com um nome que diz tudo: Espaço Açores.

Enquanto o Homem sonha

Ainda antes do Bambino d’Oro, já Alfredo emprestara o seu nome e a sua arte a um restaurante faialense que chegou a figurar entre os 30 melhores do país. Felizmente para nós, continentais, que veio para ficar. Sobretudo agora, que conseguiu concretizar o sonho de erguer, de raiz, um templo verdadeiramente à altura da gastronomia genuinamente açoriana.

O Espaço Açores é mais do que um restaurante, convém dizê-lo. Para já, abre portas todos os dias, do meio-dia à meia-noite, excepto às terças-feiras, e serve lanches com o mesmo rigor regional aplicado nas refeições principais.

A Massa Sovada e Bolo Lêvedo são sempre fresquinhos; as Queijadas de Nata do Faial fazem crescer água na boca só de olhar para elas; a Linguiça é servida em pratinhos ou a rechear uma deliciosa Bola; em pratinhos também há Lapas e Polvo; e as propostas de sanduíches variam entre o Atum (do fresco, assado no forno), a Alcatra ou o Torresmo (à maneira dos Açores, de carne limpa). Para beber, as opções são várias, mas não resistimos a destacar o refrigerante Kima, de Maracujá, e os aromáticos chás de S. Miguel. O serviço é particularmente cuidado, o que faz com que estas iguarias nos saibam duplamente bem.

Esta é, de facto, uma das grandes novidades introduzidas com a mudança de localização. Mas é apenas uma delas.

Mais Açores

Foi João Redondo, um arquitecto micaelense residente em Lisboa, que deu corpo à “visão” de Alfredo Alves, e o resultado é 100% açoriano. A madeira de criptoméria e o basalto, vindos das ilhas, cobrem o chão e as paredes.

As cores de eleição, o azul e o vermelho, remetem para as casas típicas de beira-mar, chamadas de adegas. E a inclinação subtil das traves de madeira confere à sala uma atmosfera náutica, reforçada pelo efeito do tecto da entrada, que forma uma quilha.

Depois, temos a vista: as vidraças acompanham a sala ao longo de todo o comprimento, pelo que podemos admirar o casario a descer até ao Tejo, a ponte 25 de Abril e até a margem sul. Isto, mesmo com os estores corridos, graças aos engenhosos materiais que cortam a luminosidade excessiva sem nos privarem da visibilidade.

A elegante garrafeira exposta na parede de fundo foi reforçada: há novos vinhos do Douro, por exemplo, e são privilegiados os contactos directos com os produtores. Mas, pelo menos por uma vez, para a experiência ser totalmente açoriana, aconselhamos um Lajido do Pico, para aperitivo, um Frei Gigante Branco para acompanhar os pratos de peixe, um Currral Atlantis tinto a condizer com as especialidades de carne, e um Licor de Maracujá de S. Miguel para rematar em beleza o repasto.

2006-10-25
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida