Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

38º

de 591
ver todos

Restaurante de Serralves

38º

de 591
ver todos

A Fundação de Serralves integra um restaurante aberto durante o horário de funcionamento do Museu. Para além da sala, com uma ampla janela, rasgada ao longo de toda a parede, que se abre sobre o arvoredo do jardim, o restaurante oferece também uma magnífica esplanada/terraço que permite desfrutar ainda melhor de toda a envolvência verdejante do Parque de Serralves.

A cozinha do Restaurante, pensada com o grau de exigência que o Museu coloca em todas as suas iniciativas, recorre ao tradicional receituário português tomando por base iguarias provenientes do mar e da terra, apresentadas de forma simples e directa por forma a realçar toda a sua qualidade e frescura.

Ao almoço, o visitante tem diariamente disponível um buffet completo onde não faltam múltiplas oportunidades de escolha. O jantar está reservado a grupos e a eventos especiais, mediante reserva prévia.

Acessos para deficientes: Sim
Dia(s) de Encerramento: Não encerra
Especialidades: Almoço: Alcatra de Vitela à Mirandesa, Peito de Frango Recheado com Alheira, Pescada com Molho de Manteiga e Puré de Ervilhas, Lombinhos de Bacalhau com Grão e Espinafres, Arroz de Pato, Peixe Espada Grelhado com Milho Frito, Caril de Frango com Ananás.Jantar: Risotto de Alfaces e Verduras da Época ao Modena, Salteado de Cogumelos com Ovo " Mollet", Naco de Ibérico ao Porto com Ervilhas de Quebrar e Migas de Batata e Chouriço de Vinhais, Pastel de Amêndoa Tépido com Quenelle de Gelado, Chamuça de Requeijão aromatizada com Hortelã, Flan de Tomilho e Gelado de Laranja.
Estacionamento: Sim
Horário de Encerramento: 19:00
Lotação: 90
Necessidade de reserva: Aconselhável
Observações: Descontos para famílias (Adultos com Filhos) e para portadores do Cartão Amigo de Serralves.
Período de Férias:
Preço Médio: 15.00
Recomendado para grupos: Sim
Serviços: Esplanada / TerraçoFacilidade de visita ao museu e ao Parque de Serralves
Tipo de Restaurante: Portuguesa
Horário de Funcionamento: De abril a setembro: de segunda a sexta, até às 19:00. Sábados, domingos e feriados, até às 20:00.De outubro a março: todos os dias até às 19:00
Acessibilidade de deficientes motores: Acessibilidade fácil
Área para fumadores: Não Fumadores
Morada: Rua Dom João Castro 210
Código Postal: 4150 417 PORTO
Tel: 226170355
E-mail: restaurante.serralves@sugestoes-opcoes.pt
Site: www.facebook.com/RestauranteSerralves
Distrito: Porto
Concelho: Porto
Freguesia: Lordelo do Ouro

Restaurante de Serralves - Porto


De Espanha com sabor


Andreia Fernandes Silva

Sob a orientação gastronómica dos magos bascos - os irmãos Arbelaitz - Serralves aposta numa cozinha imaginativa que alia a melhor gastronomia à criação de pratos cheios de arte, em especial à hora de jantar.

Vários homens vestidos de cinzento invadiram as amplas e imaculadas salas do Museu de Serralves. São criações de Juan Muñoz, artista espanhol, o mesmo que instalou no Jardim da Cordoaria um conjunto de 13 homens a rir uns dos outros, no âmbito do Porto 2001. As esculturas estão carregadas de expressividade, parecendo por vezes homenzinhos pequenos em movimento.

A exposição foi também o pretexto para a criação de três menus especiais e que assinalam a nova vida do restaurante do museu, agora a cargo do chef Fernando Santos, orientado pelos famosos irmãos Albelaitz, Hilario e Joxe Maria, dois dos mais destacados chefs espanhóis, responsáveis por restaurantes com direito a distinção: o Zuberoa, com duas estrelas Michelin, e o Miramom-Arbelaitz, com uma estrela.

Nada se perde, tudo se recria

Fernando Santos é o chef que lidera no dia-a-dia a cozinha do museu, sob a coordenação dos magos bascos. Adepto dos produtos de melhor qualidade confessa que ali “tudo é aproveitado”. Para maior concentração de sabores todos os constituintes dos ingredientes são reutilizados: os sucos, os aparentes restos podem ser transformados em belos cremes, espumas coloridas ou delicados crocantes.

Para Fernando Santos a aposta é na “simplicidade”, embora na mesa se prove também o requinte. Primeiro porque se escolhem produtos da região e que suportem uma preparação a temperaturas adequadas. Depois, há um intenso e contínuo trabalho de apurar o gosto, testar texturas, acertar ligações o que transforma esta cozinha num laboratório permanente.

A prioridade é criar pratos equilibrados e com classe. Daí o cuidado extremo, por exemplo, na preparação dos legumes, cozinhados al dente um de cada vez para não misturar os sabores e a escolha de produtos sempre frescos e de primeira.

A actual cozinha do Museu de Serralves aposta numa ligação estreita entre a programação cultural e os pratos apresentados, em especial à noite, altura em que as pessoas têm mais tempo para apreciar uma boa refeição e quando em Serralves o ambiente fica mais calmo.


Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida