Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 3
ver todos

Restaurante Cantinho da Serra

de 3
ver todos

Num dos cantinhos da Serra dos Candeeiros, perto do vale das salinas de Rio Maior, fica um restaurante entregue às iguarias tradicionais. Sabores e aromas da serra que começam numa tábua de enchidos, passam por pratos como bacalhau com broa ou galo do campo avinhado e terminam num chorrilho de compotas (caseiras, claro). Num espaço a condizer, onde não faltam os azulejos nas paredes, nem as toalhas de mesa aos quadrados. Uma casinha típica, com portadas de madeira sobre as janelas e paredes caiadas a branco que esconde verdadeiras viagens pelo universo gastronómico português.

Acessos: EN1 - IC2 - A15
Ambiente e decoração: Ambiente acolhedor e decoração harmoniosa.
Dia(s) de Encerramento: Segundas
Especialidades: Entradas: Pézinhos de porco; Morcela de arroz e Burras. Peixe: Massada de Peixe, Bacalhau com Broa e Magusto. Carne: Feijoada de Caracóis; Cabrito Avinhado, Galo de Cabidela, carne de porco no espeto com migas e Pato Escondido. Doces: Pêssego em vinho, Pêra Bêbada e Doce da Casa com ovos, natas e nozes.
Estacionamento: Sim
Horário de Encerramento: 22:00
Lotação: 150
Necessidade de reserva: Aconselhável.
Período de Férias: Julho
Preço Médio: 25.00
Recomendado para grupos: Sim
Serviços: Ar condicionado
Tipo de Restaurante: Regional
Área para fumadores: Não Fumadores
Morada: Estrada Nacional 1
Código Postal: 2040 063 RIO MAIOR
Tel: 243991367
Distrito: Santarém
Concelho: Rio Maior
Freguesia: Rio Maior

Restaurante Cantinho do Alto da Serra - Rio Maior


Provavelmente, o melhor restaurante de Rio Maior e arredores.


N´Dalo Rocha

Não é sofisticado nem pretensioso, pois o seu charme está precisamente no ambiente familiar, na sua decoração rústica e sem sombra de dúvidas, na sua comida. Se há restaurantes que apetecem repetir, o Cantinho do Alto da Serra pertence seguramente a essa categoria. Às portas de Rio Maior, na estrada que vem de Leiria encontra-se provavelmente o melhor restaurante de Rio Maior. Empurra-se a porta e penetra-se na primeira sala, para cedo intuirmos que esta é sem dúvida casa de bom pasto. Sentamo-nos e ainda antes de decidirmos o que comer, chegam à mesa as entradas. E que oportuna surpresa! Pratinhos regionais com petiscos saborosos como a feijoada, os pezinhos de porco, a morcela de arroz, farinheira, azeitonas, os cogumelos, os queijinhos entre outras iguarias. Tudo de fazer crescer água na boca. Para se resistir a tal assédio, o segredo é comer à vontade e devagar e de preferência com a companhia do vinho da casa que o proprietário vai buscar directamente ao produtor. Porém se preferir, pode eleger através da variada carta de vinhos, à altura do compromisso. Aliás, o vinho está profundamente ligado a esta casa, até porque o amplo salão de trás, ideal para grupos, foi em tempos um antigo lagar. Dessa época, ainda ficaram as cubas encrostadas na parede. Bem, mas de volta à refeição, lembre-se que é conveniente não perder o apetite, pois após as entradas há massada de peixe, bacalhau com broa e magusto, feijoada de caracóis, galo de cabidela ou pato escondido. Finalmente, chega a altura das sobremesas e é-nos trazido para a mesa um enorme tabuleiro com pêssego em vinho, pêra bêbeda e Doce da Casa com ovos, natas e nozes. Se houver espaço, come-se e aprecia-se. A orientação culinária do restaurante resulta muito do gosto de Manuel Neves, o dono, para quem comer é uma arte. E não são poucas as vezes que se faz à estrada em busca de outros restaurantes onde possa satisfazer o seu apetite. Das ideias e sabores que vai provando, do gosto de comer bem e da carolice de orientar a cozinha ajudado pela sua mulher nasceu este restaurante, já lá vão mais de 10 anos. Durante este período, Manuel Neves que gosta de acompanhar os seus clientes à mesa, lembra-se de várias histórias, sendo a mais insólita, os clientes da Madeira que durante semanas foram lá comer todos os dias. Depois, acabaram por copiar tudo e abriram um restaurante idêntico, com o mesmo nome e uma ementa similar. E para cúmulo, convidaram Manuel Martins para a inauguração, que aceitou de bom grado. Em Portugal, o Cantinho do Alto da Serra foi pioneiro neste tipo de restaurantes com entradas buffet feita à base de pequenos pratinhos que nos alimentam quase tanto como uma refeição.

Informação Detalhada

2003-07-01
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida