Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 22
ver todos

Letraria - Brewpub

de 22
ver todos

A Letra, marca de cerveja artesanal produzida em Vila Verde, no distrito de Braga, abriu um bar onde poderá degustar todas as variedades da cervejeira enquanto assiste ao processo de fermentação e enchimento. Fica nas instalações da empresa e também apresenta vários petiscos para acompanhar a bebida, como um hambúrguer artesanal, sandes ou uma tarte com cerveja. Aos sábados há visitas guiadas à fábrica.

Dia(s) de Encerramento: Terças
Horário de Funcionamento: Das 17:00 às 24:00. Sexta e sábado até às 02:00. Domingo das 16:00 às 23:00.
Morada: Avenida Professor Machado Vilela 147
Código Postal: 4730 650 VILARINHO VVD
Tel: 253321424
E-mail: geral@cervejaletra.pt
Site: www.facebook.com/LetrariaVilaVerde/
Distrito: Braga
Concelho: Vila Verde
Freguesia: Vilarinho

Letraria Brewpub – Vila Verde


Beber cerveja como quem aprende o abecedário


Nelson Jerónimo Rodrigues

Em Portugal não faltam sítios para experimentar novas cervejas mas contam-se pelos dedos os que têm o estatuto de brewpub, ou seja, um bar que produz no local a própria bebida. Um dos mais recentes chama-se Letraria, fica em Vila Verde, e além das degustações da Letra, a marca da casa, também tem petiscos e visitas guiadas com mestres cervejeiros. Venha descobrir a cerveja artesanal à moda do Minho. 

Em terras de vinho verde, a cerveja começou a ganhar protagonismo quando dois jovens investigadores de engenharia biológica fizeram de Vila Verde o berço de uma nova cerveja artesanal. Foi lá que Filipe Maceira e Francisco Pereira instalaram a fábrica da Letra, marca assumidamente minhota em que cada letra corresponde a uma variedade diferente, seja ao nível do sabor, da cor ou do aroma.

As primeiras cervejas foram batizadas com as letras iniciais do abecedário, ajudando a diferenciar as características e personalidades de cada uma. Enquanto a A é uma weiss frutada de receita alemã, a B apresenta-se como uma pilsner dourada e leve, a C uma stout intensa com sabor a caramelo e café, e a D uma red ale de aroma frutado e cor avermelhada. Depois destas surgiram mais duas: a E, uma belgian dark de sabores intensos e a F, india pale ale adaptada de uma receita do século XVIII onde sobressai um certo amargo picante.

Se para os especialistas é relativamente fácil distingui-las, para os outros a tarefa é um pouco mais complicada por isso surgiu a ideia de juntar no mesmo espaço a produção e o consumo. Depois da fábrica nasceu, então, o LETRARIA brewpub, inaugurado em junho de 2105. Aqui os clientes podem degustar as várias cervejas ao mesmo tempo que assistem (através de um grande vidro) aos diversos passos que ela dá antes de chegar ao copo, como a fermentação ou o enchimento. Para os mais curiosos há mesmo visitas guiadas aos sábados (10 €) que incluem visita às instalações e às plantações de lúpulo e uma degustação explicativa das características de cada Letra. É como se houvesse um regresso à escola mas, desta vez,exclusiva a maiores de 16 anos.

Para acompanhar a cerveja, o Letraria também serve vários petiscos e afins, como um hambúrguer artesanal, um estufado de pá de porco ou croquetes recheados com queijo e batata. Surpreendentes são as sobremesas que utilizam a cerveja como ingrediente, casos da mousse de chocolate com LETRA C -  Stout. Mas desta vez, sem uma pinga de álcool.

2015-08-05
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida