Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

73º

de 974
ver todos

Espaço Bistrô

73º

de 974
ver todos

Abriu em março de 2014 no Bingo do Belenenses, ao Saldanha, e trouxe um novo conceito de entretenimento, restauração e bar a esta zona da cidade. O Espaço Bistrô pretende oferecer um serviço after hours, funcionando entre a partir das oito e até às três da manhã. A decoração é acolhedora e confortável, em estilo clássico, e a ementa aposta nos bifes, nas pastas e numa carta de petiscos portugueses.

Acessos para deficientes: Sim
Ambiente e decoração: Great Gatsby - Anos 20.
Bar/Sala de espera: Bar e Sala de Espera
Dia(s) de Encerramento: Não encerra
Especialidades: Bifes.
Horário de Encerramento: 03:00
Lotação: 50
Necessidade de reserva: Não é necessário
Preço Médio: 18.00
Recomendado para grupos: Sim
Sanitários para Deficientes: Sim
Tipo de Restaurante: Portuguesa
Horário de Funcionamento: Das 20:00 às 03:00.
Área para fumadores: Exclusivamente Fumadores
Morada: Rua João Crisóstomo 15
Código Postal: 1000 177 LISBOA
Tel: 213569926
Site: www.facebook.com/BistroBingodeLisboa
Distrito: Lisboa
Concelho: Lisboa
Freguesia: Nossa Senhora de Fátima

Restaurante Espaço Bistrô - Lisboa


Em linha com os petiscos



Na Rua João Crisóstomo, em Lisboa, a estranheza de encontrar um restaurante num bingo (do Belenenses) requer um olhar atento. O espaço já foi loja e esteve para albergar mais jogo, com a área reservada ao restaurante a funcionar como sala de máquinas, mas quis o destino que em vez do vício a gula falasse mais alto. E foi assim que desde 20 de março, bifes e petiscos passaram a entrar no território dos fora de horas.

Bifes, petiscos e gulodices

Bingo e restaurante, dois espaços distintos e com entradas independentes, mas que falam a mesma língua: abrem de tarde (bingo às 15h, restaurante às 20h) e encerram portas já a madrugada vai alta (ambos às 3 da manhã).

Os bifes de lombo de novilho, de 150g (14.50€) ou 200g (17.50€), são a imagem de marca da casa e podem vir regados com molho à escolha (Marrare, três pimentas, à portuguesa ou de mostarda). Apresentam-se servidos com batata frita em palitos muito finos e estaladiços ou chips de batata-doce que fazem muito boa figura. Não vem na ementa mas se estiver com um desejo infindável de comer verde, peça uns legumes salteados que não lhe negarão o pedido.

Mas as opções não se esgotam aqui. As 12 entradas podem fazer de prelúdio ou as vezes de tapas e tanto chamam a lume petiscos basilares como as gambas ao piripiri (10€), os mexilhões à marinheira (8.50€) ou os pimentos Padrón (5€) como outras originalidades. O tártaro de atum, abacate, lima e malagueta (12.50€) ou os três trincas burger - ovinho, presunto, foie e queijo da ilha - (11.50€) são os casos mais curiosos.

Nas sobremesas, o crème brûlée de coentros(5.50€) merece falatório. O vinho é o assessor de pleno direito de uma refeição mas o gin com 12 rótulos e a vodka com seis marcas arriscam-se a chamar clientes fiéis. As bebidas alcoólicas que vieram do frio não passaram ao lado de Portugal. Quando o calor convidar, partilhemos tradições alheias.

Marylin e Audrey ao som de um piano

A atmosfera é dos anos 20 com retratos a preto e branco de divas do cinema a prenderem a atenção. Noutra parede saxofones e outros instrumentos musicais são as estrelas.

Se fecharmos os olhos às mesas, parece que estamos numa casa particular. Elementos-chave são o sofá em pele, as revistas de lifestyle e os enormes arranjos de flores frescas. Pormenor que também se encontram em cada mesa, mas numa escala menor.

E já que se fala em mesas, a grande distância entre elas faz deste local um restaurante intimista. O piano ao fundo da sala que dá música às quintas-feiras é outro cúmplice já que debita as notas no volume certo para o embalar da conversa.


Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida