Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Centro Hípico de Vilamoura

Alojamento associado: Estalagem da Cegonha

Desfrute da paisagem num descontraído passeio a cavalo, ou receba aulas de equitação onde pode aprender os conceitos básicos da modalidade. Se já dominar a arte, poderá experimentar o campo de obstáculos.

Escola de formação: Sim
Observações: picadeiro, boxes, campo de obstáculos e passeios a cavalo
Serviços: Boxes, Passeios a cavalo; picadeiro, boxes e campo de obstáculos.
Morada: Estalagem da Cegonha
Código Postal: 8125 513 QUARTEIRA
Tel: 289302577
E-mail: dep.comercial@graopara.pt
Site: www.graopara.pt/PT/modules/hoteisdetail.php?id=5&idartigo=288
Distrito: Faro
Concelho: Loulé
Freguesia: Quarteira

Cavalos em Vilamoura


Em Vilamoura, na antiga Estalagem da Cegonha, pode-se passear a cavalo, longe dos carros, num ambiente rural e pouco habitual por estas paragens.


Nuno Maia

Quando se passa o portão da Estalagem da Cegonha, afastada alguns quilómetros da estrada que liga Vilamoura a Quarteira, do lado direito surge uma enorme e bonita casa amarela e branca, que a placa pregada na parede indica ser a Estalagem.

O Centro Hípico é um pouco mais à frente, mas não muito. A estrada é de calçada. Pode-se parar o carro onde der e seguir a pé. Na cavalariça, sentado num pequeno banco de madeira, está Fernando, um homem simpático e conversador, que se orgulha de tomar conta do Centro Hípico há mais de vinte anos. Ninguém melhor do que ele conhece aqueles imponentes e nobres animais. Da idade às manias de cada um. Sim porque os cavalos também têm manias. E na verdade, neste Centro Hípico também não existem assim tantos, o que facilita a tarefa.

À volta da cavalariça encontram-se vários hectares de terra, numa agradável mistura de cores. Ideal para um longo e descansado passeio. Mas primeiro é necessário escolher e preparar o cavalo a rigor. Se não se souber montar muito bem é aconselhável um animal mais manso. Para evitar problemas. Se não souber montar, nesse caso, o melhor é passar algumas horas com um professor, no belíssimo picadeiro da Estalagem, para aprender os conceitos básicos. É que montar a cavalo implica conhecer alguns truques essenciais para que tudo corra bem. Avancemos então.

Pelo campo fora


Colocada a cela e travado o primeiro conhecimento, isto é depois de se dar as primeiras palmadas carinhosas no lombo do bicho, é altura de partir à descoberta de paisagens bonitas, o que aqui não é difícil de encontrar.

Não existem trilhos nem percursos pré- definidos, mas também não era necessário. A paisagem é completamente descoberta e não existe o risco de se perder. Mesmo assim é melhor ter algum cuidado com os obstáculos difíceis que se podem encontrar pelo caminho. Entre os quais, algumas pedras mais incómodas. Só não convém afastar-se muito da Estalagem. Se for, um "expert" na matéria, nesse caso pode-se aventurar um pouco mais. Ir por exemplo até às praias. Mas isso só em alguns casos, muito raros.


De qualquer forma, durante o percurso normal não faltam motivos de interesse. Dar de caras com alguns pássaros famosos como cegonhas ou garças, ver árvores, muitas árvores a proporcionar agradáveis sombras para se parar um bocado. Mas não se abuse, até porque uma hora de passeio custa 17 € / 3. 500$00, e não é para se estar parado. Pelo contrário, é para andar muito, se possível até ao final da tarde, que na Estalagem da Cegonha é muito bonito. Já meia luz, depois de um dia bem passado, é que é altura de regressar.

2001-12-05
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida