PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Santuário do Bom Jesus do Monte

Sítio magnífico, onde se conjugam a obra da Natureza e do Homem. O Santuário do Bom Jesus do Monte encontra-se no cimo do Monte Espinho, rodeado de uma frondosa mata. A construção é dos séculos XVIII e XIX, cruzando os estilos barroco, rococó e neoclássico. Composto pelas capelas da Via Sacra e pela igreja, uma monumental alameda e escadaria pontuada por estátuas e fontes simbólicas, este modelo teve amplas repercussões em Portugal e no Brasil, servindo de inspiração a muitos outros santuários.
Situa-se na zona leste da cidade podendo o respectivo acesso fazer-se de automóvel, a pé, pelo monumental escadório, ladeado pelas capelinhas da Via Sacra ou, ainda, por um raro e curioso elevador oitocentista movido a água.
Em 2019 entrou para a lista da Unesco como Património Mundial.

Actividades religiosas: Missa Procissões
Código Postal do Responsável: 4700
Elementos Artísticos: Santuário com escadarias, Capelas, Fontes e Pórtico onde impera o estilo barroco. Tem 300 imagens em madeira e em pedra.
Endereço do Responsável: Bom Jesus do Monte - Tenões
Observações: Nos Domingos da Quaresma realizam-se procissões da Via Sacra.Horário: Verão 10:00-12:30 e 14:00-18:30; Inverno 09:30-17:30
Significado religioso: A origem perde-se na Idade Média. A primeira Ermida historicamente comprovada é de 1552. Trata-se de uma Via Sacra Monumental com vinte Capelas que representam os diversos Passos da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus
Telefone do Responsável: 253676587
Título: Miradouro e santuário a não perder
Morada: Largo Santuário do Bom Jesus
Código Postal: 4710 466 BRAGA
Tel: 253676636
E-mail: confraria@estanciadobomjesus.pt
Site: www.estanciadobomjesus.com
Distrito: Braga
Concelho: Braga
Freguesia: Tenões

Via-sacra com 116 metros


Subir o Bom Jesus de Braga não é tarefa fácil. Mas a «escalada» pode tornar-se um exercício de meditação. Com tantas imagens e inscrições nem notamos o cansaço... ou talvez não...


Álvaro Cúria

Ao chegar ao Bom Jesus de Braga são três as opções com que o visitante se depara: o elevador funicular, primeiro no seu género a ser construído na Península Ibérica e de grande segurança, já que nunca houve nenhum acidente; a estrada de asfalto que permite a quem tem carro subir pela direita do pórtico através de uma estrada que serpenteia até ao cimo do monte e, por fim, aos mais devotos, uma extensa escadaria que sobe um desnível de 116 metros por onde está representada a vida de Cristo. Optámos pelo mais difícil. É suposto meditarmos na Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo mas a paisagem corta-nos qualquer pensamento. O plano inclinado de 267 graus vai sendo ladeado por 20 capelas representativas do percurso terreno do fundador da sociedade cristã. Aconselharam-nos esta «escalada» pela beleza da paisagem e, sobretudo, pelo «clima repousante que se respira», palavras de quem tem uma pequena loja de artesanato e artigos típicos no início da escadaria. O pórtico, à entrada, surpreende-nos pelo seu falso arco abatido que cedeu ao seu peso mas mostra ainda o brasão de D.Rodrigo de Moura Teles, responsável pela construção, em 1723, do primeiro grande lanço de escadaria e capelas. No primeiro pequeno pátio encontram-se as duas primeiras capelas da via-sacra, a Capela do Cenáculo e a Capela do Horto, construídas no traçado original do santuário. Ao lado de cada uma, uma fonte com alegorias a deuses pagãos e em cima trechos do Evangelho alusivos ao passo representado. A seguir começamos a escadaria propriamente dita, construída com vários lanços intervalados com pátios, num pavimento de pedras brancas que supostamente aliviam a subida. Após os primeiros três lanços encontra-se a Capela da Prisão, onde se assiste ao beijo de Judas e se pode beber água da fonte de Diana e a Capela das Trevas, onde se vê Jesus de olhos vendados, ao lado da fonte de Marte. Depois, a Capela dos Açoites, com a flagelação de Cristo e a fonte de Mercúrio e a Capela da Coroação, onde se assiste à coroação de Jesus Cristo com a coroa de espinhos. Por esta altura, se estiver calor, as escadas brancas passam a representar um terrível obstáculo diagonal que devemos transpor... A imagem da igreja, que se começa a avistar do alto, representa no entanto um forte incentivo, transmitindo calma e segurança...

Mais acima temos a Capela do Ecce Homo, onde Jesus está diante de Pilatos e do outro lado a Capela do Caminho do Calvário, com o filho de Deus carregando a sua Cruz. Terminam aqui as capelas originais da fundação. A Capela do Cireneu, com Jesus caído sendo ajudado por Cireneu e da Crucificação marcam o fim do primeiro grande lanço de escadas, que dá lugar ao Escadório dos Cinco Sentidos, etapa final mas também a mais longa, para chegar ao Templo do Bom Jesus do Monte.

2002-09-24
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora