Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 27
ver todos

Restaurante O Alentejano

de 27
ver todos

Restaurante situado no centro da cidade, junto do edifício da Câmara Municipal, com cozinha tipicamente alentejana. Serviço de qualidade.

Acessos: Situado no largo da Câmara Municipal.
Ambiente e decoração: Restaurante decorado com pratos regionais.
Dia(s) de Encerramento: Domingos (Jantares), Segundas
Especialidades: Entradas: Presunto de porco preto; Queijo de Serpa; Salada de feijão frade com atum e Salada de ovas com pimentos. Sopas: Sopa de cação de coentrada e Açorda Alentejana. Peixe: Bacalhau assado na brasa com hortaliças. Carne: Arroz de pato no forno; Cabrito assado; Lombinhos de porco preto grelhados em pau de loureiro; Carne de porco à Alentejana; Cozido à Portuguesa; Costeletas de borrego grelhadas com picante; Migas com carne de porco; Lebre com feijão; Pézinhos de porco de coentrada e Ensopado de borrego à pastora. Doces: Queijada de Serpa e Bolo de amêndoa e gila.
Estacionamento: Sim
Horário de Encerramento: 22:30
Lotação: 48
Necessidade de reserva: Aconselhável.
Período de Férias: Encerra para férias na segunda quinzena de Julho.
Preço Médio: 25.00
Recomendado para grupos: Sim
Sanitários para Deficientes: Não
Serviços: Ar condicionado. Esplanada.
Tipo de Restaurante: Portuguesa, Regional, Alentejana
Horário de Funcionamento: Das 12:00 às 15:00 e das 19:00 às 22:00.
Área para fumadores: Não Fumadores
Morada: Praça da República 8
Código Postal: 7830 389 SERPA
Tel: 284544335
Site: www.facebook.com/AlentejanoSerpa/
Distrito: Beja
Concelho: Serpa
Freguesia: Santa Maria

O Alentejano - Serpa


Uma típica casa alentejana, com certeza.


N'Dalo Rocha

É difícil não dar com esta casa localizada no centro histórico de Serpa, num edifício com mais de dois séculos, em pleno largo da câmara municipal. A entrada faz-se pelo rés-do-chão, muito embora a sala principal se encontre no primeiro andar. Sobe-se pelas amplas escadas e repara-se nalguns detalhes da decoração, como alguns quadros com gravuras da terra. À primeira impressão, podemos afirmar que se trata de uma casa genuína.

Entra-se logo pelo salão, comprido mas e acolhedor. O chão de tijoleira vermelha carregada, combina bem com o seu tecto abobadado que se subdivide em três arcadas e dá mais realce às mesas de toalhas brancas.

Observando a sala deste ponto, repara-se que ao fundo, existe um balcão, junto ao qual se encontram em exposição algumas das melhores garrafas de vinho alentejano, numa demonstração dos bons produtos da terra. Um pormenor engraçado que não passa despercebido.

Uma vez instalados, apetece saciar a curiosidade que nos desperta a cozinha e, claro, também a fome. E porque aqui é terra de bom comer, há um cuidado especial com as entradas onde não podem faltar nunca as azeitonas pretas, o queijinho de Serpa e o presunto de porco preto.

Começamos apenas pelo essencial porque depois, fica-se com vontade de provar outros petiscos como a açorda alentejana ou os espargos com ovos. Para acompanhar a refeição, recomenda-se o vinho, que pode ser da carta ou mesmo o da casa, que tem bom paladar e casa bem com a comida regional alentejana.

Passando para os pratos principais, o cardápio dá-nos a possibilidade de optar por entre um bacalhau assado na brasa com molho de coentros, por um ensopado de borrego ou então um arroz de perdiz.

Promete, mas são sem dúvida os lombinhos de porco pretos apenas temperados com sal, grelhados em pau de loureiro, que me fazem mesmo crescer muita a água na boca. Uma carne macia e muito gostosa, onde o sabor não se perde, graças à experiente mão do cozinheiro que consegue deixá-la no ponto exacto. O que, diga-se de passagem, é difícil. O resultado final é excelente.

Para a sobremesa, o gosto divide-se entre as afamadas queijadas de Serpa ou o também não menos saboroso bolo de requeijão.

ARTIGO ACTUALIZADO EM SETEMBRO DE 2009


Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida