Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 82
ver todos

Restaurante Muralha da Sé

de 82
ver todos

Instalado numa antiga casa de granito, recuperada com gosto e fidelidade à tradição, este restaurante é um hino à boa cozinha, servida com simpatia e eficiência.

Acessos para deficientes: Sim
Ambiente e decoração: Duas salas decoradas com simplicidade e gosto, a criar um ambiente sóbrio e agradável.
Bar/Sala de espera: Bar e Sala de Espera
Dia(s) de Encerramento: Domingos (Jantares), Segundas
Especialidades: Entradas: Tábua de enchidos ou queijos; Cogumelos Pleurothus ou shitake salteados; Mão de vaca caseira; Tempura de gambas com aiolli; Gambas à ajillo.Pratos: Cabrito assado no forno; Vitela assada à Lafões; Costeleta ou posta de Vitela Barrosã; Filetes de polvo com migas; Polvo à lagareiro; Bacalhau à tia Matilde; Massada de peixe.Doces:: Pudim de pão com leite creme queimado; Sorbet de limão com vodka; Mousse de chocolate branco com morangos; Farofias com molho inglês.
Estacionamento: Sim
Horário de Encerramento: 23:00
Lotação: 100
Necessidade de reserva: Não é necessário
Período de Férias: 15 dias em Outubro.
Preço Médio: 20.00
Recomendado para grupos: Sim
Sanitários para Deficientes: Sim
Serviços: Ar condicionado, música ambiente e esplanada.
Tipo de Restaurante: Portuguesa, Regional
Horário de Funcionamento: Das 12:30 às 15:00 e das 19:30 às 23:00.
Acessibilidade de deficientes motores: Acessibilidade fácil
Área para fumadores: Não Fumadores
Morada: Rua Adro da Sé 24
Código Postal: 3500 195 VISEU
Tel: 232437777
E-mail: muralha.se@gmail.com
Site: www.muralhadase.pt
Distrito: Viseu
Concelho: Viseu
Freguesia: Santa Maria

Restaurante Muralha da Sé - Viseu


Ao jeito beirão, uma casa encostada à muralha onde o que nos espera é uma cozinha tradicional com carácter, num ambiente convidativo, com um toque de requinte.


Paula Oliveira Silva

Situado na praça mais monumental de Viseu, o restaurante Muralha da Sé não podia ter melhor vizinhança: a imponente catedral, ao seu lado o antigo paço episcopal, actualmente Museu Grão Vasco e ainda a Igreja da Misericórdia. Uma referência também, à Fonte Joanina das Três Bicas. Sugestões para uma tarde bem passada por entre a História desta cidade beirã.  

Está o restaurante aconchegado pela dita muralha. Visto de fora, contrasta com o cinzento do granito, o bordeaux do telhado e o verde exuberante da vegetação. Guiam o comensal, fazendo as vezes da passadeira, as plantas que delimitam o espaço consagrado à esplanada. De Verão, seja ao almoço ou ao jantar, é possível tomar a refeição ao ar livre, protegidos por chapéus para que o sol não nos massacre demasiado.

Casa arejada e com espaço suficiente entre as mesas, que ninguém se queixe do vizinho que lhe calhou em sorte. Cem pessoas sentam-se à vontade. As toalhas e guardanapos são de pano e exibem orgulhosamente um branco imaculado. Os tecidos ainda vêm para as mesas com as marcas do ferro. Pormenores cuidados acompanhados de um som de fundo. De dia, a luz natural inunda a sala e os pesados cortinados estão afastados para esse fim.

Pela sala, e a servir de chamariz, garrafas de vinho que denunciam uma garrafeira vasta, (com presença bem marcada da região do Dão), mas que se encontra no piso inferior, resguardada por uma temperatura adequada e onde as garrafas se encontram deitadas proporcionando o contacto do líquido com a rolha. Também se pode tomar o gosto a vinhos do mundo. Espanha, França, Chile, Austrália e E.U.A. 

Na ementa apresenta-se a morcela com ananás e vinho do Porto, uma mistura de enchidos regionais, o prato de queijos e ainda a trilogia beirã, composta por queijo, presunto e paio. As sopas são de peixe. Encorajados com as entradas, avancemos em direcção ao peixe. Polvo com migas ou na cataplana, bacalhau à lagareiro ou à Zé do Pipo e tamboril em medalhões com ameijôas e gambas.

Outros sentir-se-ão mais tentados pelas carnes. O cabrito de churrasco, o naco de lombo à Muralha da Sé, bifes, grelhadas mistas e entrecôte de novilho em pau de loureiro. Também há saladas e massas.

Nos finalmentes, o pastel de Vouzela, a castanha de ovos de Viseu, gelados e ainda a "muralhinha", o doce da casa. Enquadrados por sólidas paredes de granito que transmitem confiança, saboreamos a refeição nesta casa secular. Por uma localização privilegiada, boa cozinha e serviço profissional espere-se por um preço médio de 30€.

2003-05-13
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida