Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 69
ver todos

Restaurante Marquês de Marialva

de 69
ver todos

Um palacete digno de um marquês, onde o destaque vai direitinho para a cozinha da beira litoral, já com uma longa tradição. As entradas são famosas, assim como as sobremesas, graças à variedade e à qualidade. São sete salas de refeição, distribuídas por três pisos, cada uma com uma ambiente e uma atmosfera próprios. Entre o rústico popular da sala com paredes de pedra e lareira e o rústico requintado da sala com paredes com relevo características dos palácios e casas senhoriais do século XIX, a decoração oscila entre o moderno e o clássico.

Acessos para deficientes: Sim
Ambiente e decoração: Restaurante decorado com bom gosto e tira partido da vetusta estrutura do edifício com mais de 100 anos.Trata-se de uma casa solarenga com páteo, dividida em quatro salas cujas combinações em tijoleira, pedra e madeira são de uma harmonia indescritível. Sobre as mesas estão delicadamente colocadas as toalhas bordadas à mão e as loiças finas.
Bar/Sala de espera: Bar e Sala de Espera
Dia(s) de Encerramento: Domingos (Jantares), Feriados (Jantares)
Especialidades: Entradas: Melão; Presunto; Paio do lombo; Chouriço caseiro; Salpicão; Queijo de cabra; Polvo em vinagrete; Pataniscas de bacalhau; Feijão frade ensalsado.Peixe: Espetada de gambas; Arroz de tamboril; Espetada de frutos do mar; Bacalhau à Lagareiro e Robalo assado no forno. Carne: Chanfana assada à Bairrada; Cozido à Portuguesa; Costeletas de borrego; Lombinhos com bacon e natas; Rojões à Marquês com verduras; Pato assado com laranja e Osso buco à Milanesa, Galo assado no forno. Doces: Arroz doce; Pastéis de nata; Doce de gila; Natas do céu; Toucinho do céu; Pêra bêbeda; Aletria; Doces de ovos, tomate, gila, melão; Crepes com gelado ou Chantilly.
Estacionamento: Sim
História: Restaurante fundado em 1975.
Horário de Encerramento: 22:00
Lotação: 70
Necessidade de reserva: Aconselhável.
Observações: Possui sala para festas com capacidade para 300 pessoas.
Preço Médio: 25.00
Recomendado para grupos: Sim
Sanitários para Deficientes: Não
Tipo de Restaurante: Portuguesa, Regional
Horário de Funcionamento: Das 12:00 às 15:00 e das 19:00 às 22:00.
Área para fumadores: Zona Fumadores + Zona Não Fumadores
Morada: Largo do Romal 16
Código Postal: 3060 129 CANTANHEDE
Tel: 231420010
E-mail: info@marquesdemarialva.com
Site: www.marquesdemarialva.com
Distrito: Coimbra
Concelho: Cantanhede
Freguesia: Cantanhede

Restaurante Marquês de Marialva – Cantanhede


A pouco mais de duas horas de Lisboa, é pretexto quanto baste para se meter ao caminho.


Paula Oliveira Silva

Quantos de nós não conhecemos sítios que muitas vezes, injustamente, estão esquecidos nos mapas e que são apenas pontos de passagem para outras terras mais concorridas?

Só que a determinada altura, basta um relato mais emocionado com duas ou três fotos anexadas para que a visita seja inevitável. Isto é válido para terras, monumentos e neste caso um restaurante.

Em Cantanhede, o Marquês de Marialva, é um tributo gastronómico de um filho da terra a um outro de grande importância para a compreensão da História de Portugal.

O marquês de que se fala exerceu cargos de conselheiro de Estado e mostrou muito do seu valor em diversas guerras por si comandadas ao serviço da independência nacional.

Patriota leal, assim parecem demonstrar os factos, (determinou em testamento que lhe enterrassem o coração aos pés do sepulcro de D. João IV) apesar da reputação contrária gerada à sua volta. Quem desta terra é, sente com desconforto a definição depreciativa do termo marialva.

O edifício onde está alojado bem no centro da cidade é centenário. Por fora reina a simplicidade arquitectónica, mas por dentro o ambiente é de requinte. Ponha de parte a ideia de uma sala muito grande e ampla (que também há, mas para grupos e festas) e imagine pequenas salas, ricamente decoradas, a lembrar algumas divisões da nossa casa e um toque de diferenciação com os vitrais coloridos. Junte-lhe um serviço gentil e bem disposto.

Algumas paredes revestidas a pedra dão o toque do rústico mas sem o exagero do alho e da cebola ao dependuro. Uma lareira acolhe à sua volta antigos utensílios de cozinha em cobre.

À entrada, no corredor, a primeira imagem é a de cestos cheios de garrafas de vinho. Bons néctares, pensamento evidenciado assim que se passa os olhos pela carta de vinhos com incidência para os da Bairrada e algumas reservas de muito boa qualidade.

E já que se fala naquilo que se bebe, as boas-vindas para uma refeição que se quer uma festa dos sentidos, são comprovados por um copo de espumante. A mesa está bonita, vestida de branco dos pés à cabeça e enfeitada com um pequeno arranjo floral.

Para começar a compor ainda mais o ramalhete, surge o Centro do Marquês, um prazer para a vista e para o paladar. A couve lombarda em pirâmide sustenta enchidos, queijos e fruta. Está tão bem feito que nem apetece estragar. Ideal para compartir com mais amigos e só custa 10 euros.

Gosta de petiscar? Então prepare-se para as entradas de inspiração regional. Pataniscas, salada de polvo, morcela, farinheira, entrecosto em vinha d’alhos, dobrada com feijão manteiga, carapaus com molho de escabeche, enguias fritas, marisco e um pão estaladiço que acompanha qualquer prato. Quanta coisa.

Prefere peixe grelhado? Decida-se de entre uma dourada, um linguado ou um robalo. Espetada de frutos do mar ou de gambas na brasa deixam qualquer um indeciso. O tradicional bacalhau à lagareiro é um “prato cheio” e o que se diz do cabrito, do borrego, da chanfana, do pato....

Toda a sorte de produtos do mar e da terra. Mas não são só as entradas que merecem uma construção espectacular. O fim da refeição é outro bom exemplo.

O carrinho das sobremesas arrasta propostas irrecusáveis. Doces de ovos, pastéis de nata, compotas, geleias, pêra em vinho, e outros doces de colher como mousses, arroz doce, baba de camelo...

Alguém pensou neste conceito e muito bem. Sem dúvida, uma doce recordação de um dia bem passado.


REPORTAGEM ACTUALIZADA EM MARÇO DE 2010

2004-01-13
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida