PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 33
ver todos

Restaurante Cantinho da Serra

de 33
ver todos

Num dos cantinhos da Serra dos Candeeiros, perto do vale das salinas de Rio Maior, fica um restaurante entregue às iguarias tradicionais. Sabores e aromas da serra que começam numa tábua de enchidos, passam por pratos como bacalhau com broa ou galo do campo avinhado e terminam num chorrilho de compotas (caseiras, claro). Num espaço a condizer, onde não faltam os azulejos nas paredes, nem as toalhas de mesa aos quadrados. Uma casinha típica, com portadas de madeira sobre as janelas e paredes caiadas a branco que esconde verdadeiras viagens pelo universo gastronómico português.

Acessos: EN1 - IC2 - A15
Ambiente e decoração: Ambiente acolhedor e decoração harmoniosa.
Dia(s) de Encerramento: Segundas
Especialidades: Entradas: Pézinhos de porco; Morcela de arroz e Burras. Peixe: Massada de Peixe, Bacalhau com Broa e Magusto. Carne: Feijoada de Caracóis; Cabrito Avinhado, Galo de Cabidela, carne de porco no espeto com migas e Pato Escondido. Doces: Pêssego em vinho, Pêra Bêbada e Doce da Casa com ovos, natas e nozes.
Estacionamento: Sim
Horário de Encerramento: 22:00
Lotação: 150
Necessidade de reserva: Aconselhável.
Período de Férias: Julho
Preço Médio: 25.00
Recomendado para grupos: Sim
Serviços: Ar condicionado
Tipo de Restaurante: Regional
Área para fumadores: Não Fumadores
Morada: Estrada Nacional 1
Código Postal: 2040 063 RIO MAIOR
Tel: 243991367
Distrito: Santarém
Concelho: Rio Maior
Freguesia: Rio Maior

Restaurante Cantinho do Alto da Serra - Rio Maior


Provavelmente, o melhor restaurante de Rio Maior e arredores.


N´Dalo Rocha

Não é sofisticado nem pretensioso, pois o seu charme está precisamente no ambiente familiar, na sua decoração rústica e sem sombra de dúvidas, na sua comida. Se há restaurantes que apetecem repetir, o Cantinho do Alto da Serra pertence seguramente a essa categoria. Às portas de Rio Maior, na estrada que vem de Leiria encontra-se provavelmente o melhor restaurante de Rio Maior. Empurra-se a porta e penetra-se na primeira sala, para cedo intuirmos que esta é sem dúvida casa de bom pasto. Sentamo-nos e ainda antes de decidirmos o que comer, chegam à mesa as entradas. E que oportuna surpresa! Pratinhos regionais com petiscos saborosos como a feijoada, os pezinhos de porco, a morcela de arroz, farinheira, azeitonas, os cogumelos, os queijinhos entre outras iguarias. Tudo de fazer crescer água na boca. Para se resistir a tal assédio, o segredo é comer à vontade e devagar e de preferência com a companhia do vinho da casa que o proprietário vai buscar directamente ao produtor. Porém se preferir, pode eleger através da variada carta de vinhos, à altura do compromisso. Aliás, o vinho está profundamente ligado a esta casa, até porque o amplo salão de trás, ideal para grupos, foi em tempos um antigo lagar. Dessa época, ainda ficaram as cubas encrostadas na parede. Bem, mas de volta à refeição, lembre-se que é conveniente não perder o apetite, pois após as entradas há massada de peixe, bacalhau com broa e magusto, feijoada de caracóis, galo de cabidela ou pato escondido. Finalmente, chega a altura das sobremesas e é-nos trazido para a mesa um enorme tabuleiro com pêssego em vinho, pêra bêbeda e Doce da Casa com ovos, natas e nozes. Se houver espaço, come-se e aprecia-se. A orientação culinária do restaurante resulta muito do gosto de Manuel Neves, o dono, para quem comer é uma arte. E não são poucas as vezes que se faz à estrada em busca de outros restaurantes onde possa satisfazer o seu apetite. Das ideias e sabores que vai provando, do gosto de comer bem e da carolice de orientar a cozinha ajudado pela sua mulher nasceu este restaurante, já lá vão mais de 10 anos. Durante este período, Manuel Neves que gosta de acompanhar os seus clientes à mesa, lembra-se de várias histórias, sendo a mais insólita, os clientes da Madeira que durante semanas foram lá comer todos os dias. Depois, acabaram por copiar tudo e abriram um restaurante idêntico, com o mesmo nome e uma ementa similar. E para cúmulo, convidaram Manuel Martins para a inauguração, que aceitou de bom grado. Em Portugal, o Cantinho do Alto da Serra foi pioneiro neste tipo de restaurantes com entradas buffet feita à base de pequenos pratinhos que nos alimentam quase tanto como uma refeição.

Informação Detalhada

2003-07-01
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida