Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 4
ver todos

Parque de Merendas de Nossa Senhora da Cabeça

de 4
ver todos

Área de piquenique em mata aprazível, próximo do rio Minho e com acesso a qualquer tipo de viaturas, autocarros incluídos.

Código Postal: 4950 850 CORTES MNC
Distrito: Viana do Castelo
Concelho: Monção
Freguesia: Cortes

5º Passeio Caixa Carbono Zero - Pela Ecopista Valença-Monção


Por este Minho acima


Rui Nogueira

Foi um caso pioneiro e premiado internacionalmente de reconversão de uma linha ferroviária desactivada, no caso o troço final da Linha do Minho, entre Valença e Monção, abandonado nos anos 80. Resultou um trajecto muito bonito, quase sempre à vista do rio Minho e entre árvores que, além do mais, serve a população de algumas das aldeias atravessadas. Houve o cuidado de recuperar para outros fins os edifícios das estações. Um sistema de vedações e outros obstáculos garante a segurança de quem utiliza a ecopista sem pôr em causa a utilização pontual de um ou outro metro do troço pelos veículos dos moradores. As características do traçado permitem, além da caminhada, a circulação de bicicleta, patins, etc. Já perto de Monção a pista atravessa a aldeia de Lapela onde há pequenas lojas e cafés que podem fazer jeito.

Região: Alto Minho (Norte de Portugal)
Como chegar: Pela A3 a partir do Porto), saindo no nó de Valença
De comboio: Pela Linha do Minho até Valença
Início: Centro de Interpretação, a 500 m da gare de Valença
Fim: Antigo apeadeiro da Senhora da Cabeça, a 3 km de Monção
Época aconselhada: Todo o ano
Extensão: 13 km (mais 3 km por caminho florestal até Monção)
Características: Passeio em linha por ecopista paralela ao rio Minho
Sinalização: Traçado evidente e sinalizado em toda a extensão
Dificuldade: Fácil/bom piso
Outros: Piso sintético ou asfaltado
Cartas 1/25.000 do IGOE: 2 e 3

Cartão Caixa Carbono Zero: o cartão que enCaixa Natureza. Saiba mais.

Nem todas as histórias de desativação de vias férreas acabam necessariamente mal. Se os comboios já não circulam entre Valença e Monção, ao menos o traçado final da Linha do Minho não se perdeu para sempre, possibilitando um passeio a pé ou de bicicleta pelo meio duma paisagem deslumbrante. Não há que contar com grandes desníveis. Como o piso é magnífico, digno de uma pista de atletismo, os utilizadores não se podem queixar de falta de condições.

Tratando-se de um passeio em linha põe-se sempre o clássico problema do regresso, sobretudo para quem esteja a pé, já que de bicicleta fazer 13 mais 13 km com este tipo de características não será propriamente uma proeza olímpica. Ou tem uma viatura de apoio à espera no final do percurso ou pode sempre recorrer a um táxi (fáceis de apanhar em Valença ou Monção).

Por facilidade descrever-se-á o percurso no sentido Valença-Monção mas é indiferente fazer o trajeto num sentido ou no outro. Se está de carro e quer aceder ao extremo do itinerário do lado de Monção, deve, 3 km a sudoeste de Monção, sair da EN101 (Valença-Monção) para o lado do rio seguindo as indicações para «Ecopista e Senhora da Cabeça».

2010-09-08
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida