Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 19
ver todos

Fábrica dos Sentidos - Restaurante/Cafetaria do Museu da Chapelaria

de 19
ver todos

Localizada no Museu da Chapelaria a Fábrica dos Sentidos é cafeteira, restaurante, salão de chá e wine-bar. A cozinha é tradicional com destaque para os grelhados, mas com sabores de origens africanas e brasileiras. Ao almoço sugerem-se menus com designações relacionadas com o edifício menu chapéu de coco, de palha, aba larga ou de feltro. As compotas e sobremesas caseiras são de se tirar o chapéu. Um espaço para todas as horas, durante a manhã serve pequenos almoços, à tarde chá e à noite transforma-se em wine-bar.

Dia(s) de Encerramento: Segundas
Estacionamento: Sim
Necessidade de reserva: Aconselhável
Tipo de Restaurante: Portuguesa
Horário de Funcionamento: De terça a domingo, 10:00 às 24:00.
Morada: Rua Oliveira Júnior 501
Código Postal: 3700 207 SÃO JOÃO DA MADEIRA
Tel: 256413193
Site: www.fabricadossentidos.pt
Distrito: Aveiro
Concelho: São João da Madeira
Freguesia: São João da Madeira

Fábrica dos Sentidos – São João da Madeira


Mescla de sabores


Andreia Fernandes Silva

Depois de uma visita ao Museu do Chapéu desfrute de uma refeição de qualidade numa oficina de aromas que alia a gastronomia tradicional a propostas de cozinha de autor. Tudo temperado com cultura qb.

Se chapéus já não há muitos, a abertura do Museu da Chapelaria em São João da Madeira, em 2005, veio permitir pelo menos o conhecimento do processo de fabrico de uma indústria que ainda faz parte do imaginário local.

É no seu interior que em Outubro de 2008 finalmente abriu ao público o espaço que faltava: a Fábrica dos Sentidos, cafetaria, restaurante, salão de chá e wine-bar e, quando o tempo permite, também esplanada.

Vítor Cabral diz que ali encontra “um espaço multifuncional que tem como missão ser também uma oportunidade de partilha” e cujo movimento e ambiente vai oscilando ao longo do dia. Apesar da diversidade de usos por ali preferem ser reconhecidos como sendo “uma sala de jantar”.

Com uma clara aposta na cozinha tradicional, assegurada pelas mãos de D. Felismina, as influências multiculturais dos quatro sócios proporcionam também a chegada de sabores de outras origens como são exemplo a muamba ou a cachupa, duas das referências, a que se junta a cozinha de autor do chefe Edgar Almeida (que já passou pelo Foz Velha e ‘l Fresco), para acentuar “a sofisticação”, acrescenta Vítor Cabral, o sócio-gerente.

Em qualquer das opções há um especial cuidado na selecção de produtos base de qualidade” e para que a refeição não seja afectada pela crise há a preocupação de que os preços dos vinhos não sejam demasiado elevados. “Queremos que os nossos clientes saboreiem as refeições acompanhadas também por um bom vinho”, explica este sócio, referindo-se aos cerca de cem rótulos na garrafeira, tanto nacionais como internacionais.

E é a pensar numa solução não só económica mas também mais célere que ao almoço são sugeridos menus do dia cujas designações ligam-se ao restante edifício: menu chapéu de coco, de palha, aba larga ou de feltro. Nas sugestões pode encontrar um arroz de pato ou de polvo, lasanha, dourada grelhada, rojões ou bacalhau à Brás.

Império dos sabores

Na Fábrica dos Sentidos não há especialidades. “Não conseguimos destacar um prato: temos a tradição aliada à inovação, mas acima de tudo recebemos as pessoas para as tratar bem”, acrescenta o sócio-gerente.

2009-04-15
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida