Quantcast
PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Azeite de Trás-os-Montes - DOP

É um azeite equilibrado, com um notável aroma e sabor a fruto fresco. O consumo de azeite em Trás-os-Montes já vem da Antiguidade. Existem dados que permitem concluir que já na primeira metade do século XVI havia plantação de olivais em Mirandela. Em 1903 um azeite desta região ganhou a medalha de prata na Exposição Agrícola e em 1942 foi realizado um estudo que individualiza, na produção de azeite, a região do Nordeste Transmontano.

Acidez: Baixa a muito baixa.
Apanha: Manual ou mecânica.
Aroma e Sabor: Gosto a fruto fresco, amendoado, conferindo uma sensação de doce, verde, amargo e picante.
Classificação Genérica/Oficial: Azeite Virgem e Virgem Extra.
Coloração: Amarelo esverdeado.
Endereço (OCC): Avenida dos Bombeiros Voluntários, Lote 2 - Edifício Constua - Bloco A - Apartado 130, 5370-206 MIRANDELA
Fax (OCC): 278261002
Forma de Consumo: É utilizado cru, para o tempero de saladas, bacalhau e outros peixes, e como ingrediente base na gastronomia regional de Trás-os-Montes - bolas e folares, doçaria e carnes, com destaque para o cabrito assado.
Legislação Aplicável: A área geográfica delimitada de produção consta do Despacho nº 34/94, de 03-02, o qual também reconheceu a Denominação de Origem. A Associação Interprofissional de Azeite de Trás-os-Montes e Alto-Douro foi reconhecida como Organismo Privado de Controlo e Certificação pelo Aviso do DR nº 28, de 03-02. A Denominação de Origem foi registada e protegida pelo Regulamento (CE) nº 1107/96, de 12-06.
Observações: DOP - Denominação de Origem Protegida
Organismo de Controlo e Certificação: Associação Interprofissional de Azeite de Trás-os-Montes e Alto Douro
Processo de Fabrico: A azeitona é desfolhada e lavada, sendo depois entulhada e/ou laborada. Permanece, depois, pelo menos dois dias nas tulhas para evitar que a acidez aumente. Ocorre em seguida a moenda, na qual se pretende que a massa adquira a consistência ideal para efectuar a separação do azeite. A massa moída é alvo de uma termobatedura a uma temperatura não superior a 30-32ºC, durante cerca de 55 minutos para os sistemas contínuos e 30 minutos para os sistemas clássicos. A centrífuga para separar as águas ruças do azeite é lavada de hora a hora de forma a evitar perdas de azeite e água que se adiciona não deve ser de temperatura superior a 35ºC, para que o azeite não fique demasiado escuro.
Produção Anual (Toneladas): 8000
Telefone (OCC): 278261002
Transporte: As azeitonas são enviadas para o lagar acondicionadas em caixas de plástico ou a granel, sempre devidamente protegidas.
Variedade das Azeitonas: Verdeal Transmontana, Madural, Cobrançosa e Cordovil.
Zona de Origem: A área geográfica de produção está circunscrita aos concelhos de Mirandela, Vila Flor, Alfândega da Fé, Macedo de Cavaleiros, Vila Nova de Foz Côa, Carrazeda de Ansiães e às freguesias de Sonim, Barreiros, Santa Valha, Vilarandelo, Fornos do Pinhal, Possacos, Valpaços, Vassal, Santiago da Ribeira, Algeriz, Sanfins, Rio Torto, Àgua Revés e Castro, Santa Maria de Émeres, Canavezes e São Pedro de Veiga de Lila do concelho de Valpaços; às freguesias de Vales, Palheiros, Murça, Noura e Candedo, do concelho de Murça; às freguesias de Lousa, Cabeça Boa, Castedo, Horta da Vilariça, Adeganha, Torre de Moncorvo, Cardanha, Larinho, Felgueiras, Felgar e Souto da Velna, do concelho de Moncorvo; às freguesias de Valverde, Paradela, Mogadouro, Brunhoso, Castro Vicente, Vale da Madre Remondes, Soutelo e Azinhoso, do concelho do Mogadouro; à freguesia de Santulhão do concelho de Vimioso e às freguesias de Izeda e Macedo de Mato do concelho de Bragança.
Título: Tempero premiado
Morada: Apartado 130
Código Postal: 5370 MIRANDELA
Tel: 278261002
Distrito: Bragança
Concelho: Mirandela
Freguesia: Mirandela
Seja o primeiro a avaliar
Receba as melhores oportunidades no seu e-mail
Registe-se agora

Boa
Vida