PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Um século de cinema romeno

Lisboa

Cinema

Esse ilustre desconhecido

A Cinemateca Portuguesa, em Lisboa, dá a conhecer o melhor da sétima arte romena durante este ciclo que começa dia 13 (sexta-feira) e prolonga-se até 10 de fevereiro. A iniciativa reúne 24 filmes do século XX, quase todos em estreia nacional, propondo uma viagem cinematográfica desde os pioneiros até aos autores contemporâneos. Nela cabem todos os estilos de títulos, dos realistas aos épicos, passando pelos vanguardistas, históricos ou clássicos. As sessões acontecem na Sala M. Félix Ribeiro e os bilhetes custam 3,5€.

O aquecimento para o ciclo começa dia 12 (quinta-feira) com uma mesa redonda na Cinemateca que junta imprensa nacional e representantes do meio profissional cinematográfico, também aberta ao público cinéfilo. Já na sexta-feira, acontece a noite de gala do evento, dedicada ao Dia da Cultura Nacional Romena, seguida pela projeção dos filmes “Curta história” de Ion Popescu-Gopo e “Hotel de luxo” de Dan Piţa. Os realizadores Dan Piţa, Şerban Marinescu e Laurenţiu Damian já confirmaram presença.

PROGRAMÇÃO JANEIRO:
13 de janeiro 19h00 Curta história Ion Popescu-Gopo Hotel de luxo Dan Piţa
16 de janeiro 19h00 No fim da linha Dinu Tănase
17 de janeiro 19h00 No moinho da sorte Victor Iliu
18 de janeiro 21h30 A Floresta dos enforcados Liviu Ciulei
20 de janeiro 19h00 A revolta Mircea Mureşan
21 de janeiro 21h30 O Enigma da Otília Iulian Mihu
24 de janeiro 19h00 A Reconstituição Lucian Pintilie
25 de janeiro 19h00 A mãe Elisabeta Bostan
26 de janeiro 21h30 Miguel o Valente Sergiu Nicolaescu
27 de janeiro 19h00 Jacob Mircea Daneliuc
28 de janeiro 21h30 Adela Mircea Veroiu
30 de janeiro 21h30 Cenas Alexandru Tatos
31 de janeiro 21h30 Os Moromete Stere Gulea

PROGRAMAÇÃO FEVEREIRO:
Além das areias Radu Gabrea
Luchian Nicolae Mărgineanu
O muro Constantin Vaeni
O mais amado dos seres terrestres Şerban Marinescu
Os cortadores de árvores Ioan Cărmăzan
O permanecer Laurenţiu Damian
A Guerra da Independência Aristide Demetriade/Grigore Brezeanu
O que resta é silêncio Nae Caranfil
Stuff & Dough Cristi Puiu
Ocidente Cristian Mungiu
A leste de Bucareste Corneliu Porumboiu
Como é Que Passei o Fim do Mundo Cătălin Mitulescu