PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Santana Hotel & SPA - Vila do Conde

Sossego e descanso no embalo do rio

Sobranceiro ao rio Ave, defronte para o Mosteiro de Santa Clara e com o mar no horizonte, este quatro estrelas oferece o melhor de Vila do Conde num só relance e torna-o omnipresente em quase toda a unidade. Os quartos, o restaurante, o SPA e a piscina são autênticos miradouros, privilegiados pelas vistas e pela tranquilidade do monte Santana que dá nome ao hotel. Eis um destino que fica na retina e na memória. 

Há muito que as vistas do Monte Santana impressionam quem sobe até ao alto da freguesia de Azurara, no concelho de Vila do Conde. Ponte de passagem do Caminho de Santiago e local de peregrinação desde que recebe uma pequena capela (século XVIII), este local sempre ofereceu uma perspetiva única para a outra margem do rio Ave, onde sobressai o imponente Mosteiro de Santa Clara e o casario antigo da cidade, enquanto o mar espreita mais ao longe.  

Foi este cenário privilegiado que levou à construção de um motel no local, inaugurado em 1985 e totalmente remodelado em 2002, altura em que ganhou o nome de Hotel Santana e passou a ostentar quatro estrelas, tonando-se uma referência na hotelaria do concelho. Em 2014 os novos donos deram início a um processo de renovação que começou pelo SPA e áreas de lazer e há de terminar nos quartos e outros espaços comuns. “Um hotel diferente” é agora o slogan da unidade, conceito que promete juntar as vistas únicas e a diversidade de serviços a um “conforto caseiro” que aproveita o sossego destas paragens. E, acredite, dormir aqui é um descanso.

Charme revivalista

No alto do monte, o hotel estende-se discretamente pela encosta, distribuindo-se por várias alas que, avistadas ao longe, parecem pequenos pontos brancos e cor de laranja (o tom das paredes e dos telhados) rodeados de verde. Os quartos - 65 duplos e 10 suites -ficam à direita da receção e estão virados para o rio ou para o jardim, beneficiando de muita luz natural e, claro, das vistas privilegiadas. A maioria dispõe de um terraço ou de uma varanda privativa que são autênticos miradouros exclusivos à mercê dos hóspedes.

O interior prima pelo conforto e pela sobriedade, tanto nos quartos mais antigos, com decoração e mobiliário do início deste século, como no novo quarto modelo (já disponível para alojamento) que servirá de exemplo à renovação dos restantes alojamentos. Para já prevalecem os tons claros e os elementos clássicos, caso das telas ou dos cadeirões, embora também haja um ou outro apontamento mais contemporâneo, como as fotos a preto e branco que foram colocadas recentemente.  

Mergulhos na piscina e na paisagem

O edifício principal do hotel alberga a maioria dos espaços comuns, a começar pelas zonas lounge e pela loja (com produtos da região, como os sabonetes Ach Brito) que encontramos logo à esquerda da receção. Daqui acede-se à sala dos pequenos-almoços (piso 1) e ao Açude Bar (piso 0), ambos com esplanadas panorâmicas que convidam a desfrutar do belíssimo cenário. No piso -1 ficam o Restaurante Santa Clara, a Sala Terraços do Ave , uma grande sala de eventos com 500 m2 (ideal para casamentos e batizados) e as Salas José Régio (ilustre escritor vilacondense), cujos 126 m2 podem ser divididos em três áreas de reuniões.

O piso -2 foi dedicado ao SPA, onde estão a sauna, o banho turco, o jacuzzi e a piscina interior climatizada, tudo com vista para o rio graças a uma grande superfície envidraçada, tal como acontece no Santana SPA. Aqui não faltam cuidados e mimos para o corpo e para a mente, desde massagens a envolvimentos. Para os hóspedes mais ativos também há bicicletas (disponíveis para alugar) que podem ligar o hotel ao centro da cidade em menos de cinco minutos.

Sabores caseiros até onde a vista alcança

Para o final guardámos outro dos espaços nobres do hotel: o restaurante panorâmico Santa Clara, batizado com o nome do mosteiro que dali se avista. Recomendado pelo Guia Michelin desde 2009 (não confundir com as estrelas Michelin) dá a provar o melhor da gastronomia tradicional portuguesa, seja em regime de buffet (Menu Executivo de segunda a sexta-feira, e Família, ao fim de semana) ou à la carte. Da ementa destacam-se, por exemplo, o  Bacalhau à Santana (prato exclusivo e muito procurado), o bacalhau com crosta de broa e coentros, a cataplana de peixes com amêijoas, os miminhos de lombos de boi sobre cogumelos selvagens ou o pudim Abade de Priscos.

Uma das últimas novidades é o brunch, disponível das 12 às 15 horas de domingo, sinal que o hotel está a abrir-se às novas modas e tendências, mas também à população local. Depois de conquistar os turistas, oriundos dos quatro cantos do mundo, o Santana Hotel & SPA quer atrair igualmente os vilacondenses e os outros habitantes da região, mostrando que a unidade já nada tem a ver com o antigo motel dos anos 80. No alto do Monte Santana brilham agora quatro estrelas e um toque de charme, além das vistas de sempre que continuam a deslumbrar todos os visitantes.

Nelson Jerónimo Rodrigues 2016-06-29