PORTUGAL FAZ-LHE BEM

Open Village Sports Hotel & SPA Club – Guimarães

Mente sã em corpo são

Descanso, lazer e desporto aliam-se na perfeição neste hotel de quarto estrelas situado nos arredores de Guimarães. Um complexo moderno e sofisticado que junta equipamentos desportivos para várias modalidades a alojamentos confortáveis, um SPA relaxante e um restaurante com cozinha de autor. A dois passos da cidade berço, o melhor de vários mundos tanto conquista atletas de alta competição como adeptos do dolce fare niente.

O que começou por ser uma academia de ténis exclusivamente dedicada a esta modalidade transformou-se aos poucos numa espécie de cidade desportiva com 13 courts de ténis, quatro de paddle, um campo de futebol indoor, duas piscinas e um ginásio. A estes equipamentos foram juntando-se outros serviços de apoio, como um bar e um restaurante, até que no final de 2011, o complexo passou também a oferecer alojamento e SPA.

Os 13 quartos iniciais rapidamente passaram a 51 e hoje a unidade é um hotel de referência com quatro estrelas e condições para todo o tipo de estadias, desde o lazer e bem-estar aos negócios, passando, claro, pela prática desportiva. Não é por acaso que o Open Village tanto recebe casais à procura de descanso e famílias de visita à região como atletas e equipas profissionais de futebol. Benfica, Porto e Sporting passam por lá sempre que jogam na cidade berço e o mesmo acontece com os adversários do Vitória de Guimarães nas competições europeias. 

À luz da modernidade

Quem chega ao hotel, situado em Mesão Frio (entre Guimarães e Fafe) não consegue passar indiferente ao moderno e surpreendente átrio que recebe os visitantes. O design contemporâneo, o contraste entre o branco e o preto e a grande superfície envidraçada que enche o espaço de luz dão o mote para o resto da unidade.
Embora um pouco mais sóbrios, os 48 quartos e 3 suites (estas com sala de estar e cama king size) continuam a privilegiar as linhas direitas e o mesmo jogo de cores que favorece o ambiente tranquilo e sofisticado.

À decoração minimalista e mobiliário confortável juntam-se também as vistas largas para o vale de São Torcato onde o verde ainda prevalece sobre as casas e estradas à volta. Uma delas é a circular de Guimarães que liga o hotel à sede de concelho (de carro) em pouco mais de cinco minutos.

Apesar da proximidade com o Património Mundial da cidade há quem prefira ficar unicamente pelo hotel, tantos são os espaços e atividades à disposição. Os equipamentos desportivos e a via cliclável nas redondezas são sempre uma opção mas se o tempo for escasso não deixe de conhecer, pelo menos, o SPA e o restaurante. O seu corpo e alma hão-de agradecer-lhe.

Intimismo e bem-estar

Inspirado na riqueza e tranquilidade de Guimarães, o Village SPA começa por impressionar pela arquitetura deste espaço mais intimista. Oriundos de pequenas janelas circulares, mil e um pontos de luz natural ajudam a criar um ambiente zen e relaxante que se estende até à piscina dinâmica com jatos de água e camas oxigenantes. Junto a ela, a sauna e o banho turco compõem o resto desta zona térmica.

Quem desejar uma experiência completa deve experimentar, pelo menos, uma das muitas massagens e cuidados à disposição, caso da massagem com pedras quentes, da reflexologia, das esfoliações, dos envolvimentos ou do duche Vichy. O acesso ao SPA é pago à parte (10€ para hóspedes) mas há vários programas de estadia com este serviço já incluído. Totalmente gratuita é a utilização da outra piscina interior do hotel, situada entre o SPA e alguns courts de ténis.

Sabores autênticos com apresentações reinventadas

Tal como os restantes espaços do Open Village também o restaurante prima pela modernidade e sofisticação, ainda que o ambiente seja descontraído q.b. A sala, com capacidade para cerca de 50 pessoas, tem num extremo a cozinha e no outro a garrafeira, enquanto as duas laterais em vidro são autênticos miradouros, uma para o exterior do hotel e a outra para os courts de ténis. As paredes e os tetos voltam a ser dominadas por um imenso branco, intervalado aqui e ali por alguns apontamentos a negro.

Se houvesse um ranking, tal como acontece no ténis, o Open Village estaria certamente nos primeiros lugares do concelho. Um hotel cabeça de série, aliás, fora de série, que vale a pena descobrir em descanso ou mais na desportiva.

Open Village Sports Hotel & SPA Club
www.ovs.pt

Morada: Travessa da Ribeira, 629Telf.: 253 540 630

Distância de Lisboa:  370 Km
Percurso recomendado:  A1, A3, A7, A11, N206, N101
Custo das portagens: 24,50€

Distância do Porto: 60 km
Percurso recomendado:  A3, A7, A11, N206, N101
Custos das portagens: 3,25€