PORTUGAL FAZ-LHE BEM

11º

de 47
ver todos
Ver
mapa

Restaurante da Estalagem do Sado

11º

de 47
ver todos

A ocupar o último piso da Estalagem do Sado, é um magnífico restaurante panorâmico com vista sobre a Serra de Arrábida, São Luís, Palmela, Setúbal e Rio Sado. A cozinha baseia-se nos sabores tradicionais.

Acessos: Em Setúbal, seguir placas indicativas. Próximo do Bairro da Reboreda.
Acessos para deficientes: Sim
Ambiente e decoração: Ambiente clássico, com decoração moderna com detalhes de charme.
Bar/Sala de espera: Bar
Dia(s) de Encerramento: Domingos
Especialidades: Peixe: Trouxa de camarão com molho de tomate e poejos; Bacalhau recheado com queijo de Azeitão. Carne: Cataplana mista e Peito de pato com vinho Periquita. Doces: Crepe de fruta fresca com molho quente de framboesas.
Estacionamento: Sim
História: Inserido na Estalagem do Sado, unidade de 5 estrelas que abriu em Novembro de 2001.
Horário de Encerramento: 22:30
Lotação: 55
Período de Férias: Não encerra
Preço Médio: 25.00
Sanitários para Deficientes: Sim
Serviços: Ar condicionado, bengaleiro.
Tipo de Restaurante: Portuguesa, Regional
Horário de Funcionamento: Das 12:30 às 15:00 e das 19:30 às 22:30.
Morada: Rua Irene Lisboa 1-3
Código Postal: 2900 028 SETÚBAL
Tel: 265542800
E-mail: estalagemdosado@clix.pt
Site: www.estalagemdosado.com
Distrito: Setúbal
Concelho: Setúbal
Freguesia: Nossa Senhora da Anunciada

Estalagem do Sado


Uma estalagem de cinco estrelas que fica em plena cidade de Setúbal. Os quartos e o restaurante avistam a cidade, o rio, Tróia e a Arrábida. E ali ao pé tanto para ver.


Paula Oliveira Silva

À noite

É à mesa do restaurante panorâmico no oitavo andar que se deve esperar pela chegada da noite. A vista é qualquer coisa de deslumbrante. Não pela cidade de Setúbal que até não é das mais bonitas que o país tem, mas pela magia das luzes e da energia que transmitem.

Está-se acima de tudo e isso impõe respeito. Assim como a mesa. Requintada? Quanto baste. Nada de exageros. Mas como um dia não são dias, há que desfrutar. Mexilhões salteados com molho de vinho branco, para entrada e como prato principal um Bacalhau recheado com queijo de Azeitão, por favor. Ou não?

É que aqui ainda se comem as burras (bochechas de porco), prato que tem tanto de tradicional como de esquecido. É isso. Burras de porco ao aroma de hortelã e batata recheada. E de sobremesa uma Sinfonia de fruta… para dois. Para rematar, um café. Irish.

O elevador panorâmico transporta-nos da última à primeira paragem. Uma passagem pelo bar (decorado em tons quentes como o vermelho e amarelo torrado) situado no piso térreo, completa o ambiente de tranquilidade que se tem vivido até agora.

Se for o caso um charuto. Monte Cristo n.º4 ou porque não, um Cohiba Siglo IV, à venda no bar e apenas para apreciadores. E aqui se fica, a ler uma revista, a conversar sobre qualquer tema e a descansar. Venham mais dias assim.

De dia

Acordar cedo para os que querem aproveitar o dia ou despertar tarde para quem anseia por descanso na sua versão mais pura: deixar-se estar sem nada fazer.

Os quartos são amplos e até mesmo as suites que são júnior não deixam de ser espaçosas à mesma. Em qualquer caso, correr de imediato para a janela, desviar os pesados cortinados para ver, agora sim, a paisagem. Não pelo aglomerado de casas que é a cidade, mas pelo Sado, por Tróia e pela atracção natural que é a serra da Arrábida.

Que desilusão! O dia acordou envergonhado, talvez por causa da euforia da noite. Ainda é cedo, o melhor é esperar que o acanhamento passe. Um pouco mais agasalhados, ir até à varanda. Privativa, nem outra coisa poderia ser.

Segue-se o pequeno-almoço. Nos quartos ou na sala criada para o efeito, ao lado do bar. Optando pela última hipótese, a vista é outra: a serra de São Luís, o castelo de Palmela e o Forte de São Filipe.

Mas em primeiro plano estão as colinas de Brancanes com a zona verde envolvente onde em tempos existiu um convento com o mesmo nome. Há ainda o terraço que também é esplanada.

2002-12-03
Seja o primeiro a avaliar