PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 7
ver todos
Ver
mapa

Restaurante A Coudelaria

de 7
ver todos

Inserido no Centro de Desportos Equestres da Companhia das Lezírias, o restaurante A Coudelaria dedica-se à cozinha regional ribatejana. É especialmente afamado o cozido de carnes bravas servido ao domingo em regime de buffet. Mas se a gastronomia é típica e tradicional, o espaço é moderno e arejado. Duas janelas em arco abrem para o verde dos campos que o envolvem, os sofás corridos são almofadados e o espaço está decorado em tons pastel, entre o verde e o creme.

Acessos: Recta do Cabo, Porto Alto e na segunda rotunda, seguir direcção Montijo/Setúbal. Após 2 Km, cortar à esquerda entrando na Companhia das Lezírias e avançar mais cerca de 3 Km até ao restaurante.
Bar/Sala de espera: Bar
Dia(s) de Encerramento: Segundas; Feriados
Especialidades: Peixe: Bacalhau à campino; Arroz de polvo com gambas; Bacalhau com broa e legumes salteados; Ensopado de cação; Bacalhau à Gomes de Sá; Arroz de marisco descascado; Bacalhau assado com batata a murro; Polvo à Lagareiro; Feijoada de gambas e Bacalhau à Coudelaria. Carne: Arroz de pato no forno com laranja; Vitela da Lezíria no tacho com arroz de feijão; Cozido à Portuguesa; Lombo de porco com bacon no espeto; Bifinhos de novilho de cebolada; Perna de porco assada com frutos secos ; Cozido de carnes bravas à Ribatejana; Ferro de novilho no espeto; Frango assado no forno e Costeleta de novilho na grelha.
Estacionamento: Sim
Horário de Encerramento: 15:00
Lotação: 80
Observações: Para grupos organizados que ultrapassem as 80 pessoas, a Companhia das Lezírias dispõe de um Pavilhão em Arneiro Pereiro, totalmente equipado, com uma localização notável pelo ambiente que o envolve. O serviço pode ser fornecido pela Companhia das Lezírias, por catering exterior, ou até pelos próprios.Têm de 12 bungalows devidamente equipados para pernoitar na charneca ao som da natureza.
Preço Médio: 15.00
Recomendado para grupos: Sim
Serviços: Espaço para fumadores no bar.
Tipo de Restaurante: Portuguesa, Regional
Horário de Funcionamento: Das 12:00 às 15:00.
Área para fumadores: Não Fumadores
Morada: Monte Braço de Prata - Companhia das Lezírias
Código Postal: 2135 318 SAMORA CORREIA
Tel: 263654985
E-mail: rest.coudelaria@clix.pt
Site: www.acoudelaria.com
Distrito: Santarém
Concelho: Benavente
Freguesia: Samora Correia

Restaurante A Coudelaria da Companhia das Lezírias - Benavente


Romaria de fim-de-semana.


N'Dalo Rocha

Aos fins-de-semana há verdadeiras romarias à Companhia das Lezírias, famosa pelos seus vinhos e cavalos lusitanos. Só que a motivação não é vinícola nem equestre, mas sim gastronómica. Os comensais rumam ao Restaurante A Coudelaria em busca da boa comida ribatejana.

Clientes não faltam e vêm de todo o lado. De Lisboa, Vila Franca, Setúbal e da margem sul, e até há grupos organizados que chegam de autocarro do Porto e da Galiza. O segredo está na ementa. Sábado apenas buffet campestre e ao domingo o cozido bravo à ribatejana. Por 16,25 €, com tudo incluído. É obra!

Como explica o gerente, “os clientes trazem o apetite e nós tratamos do resto”. E foi dentro dessa lógica que A Coudelaria instituiu uma máxima. Quem conseguir comer todo o buffet campestre de sábado não paga a refeição.

Só que não é tarefa fácil devorar os vários pratos quentes que se apresentam, desde o Polvo à lagareiro, ao Bacalhau assado, passando pelo Arroz de pato e também pelos Lombos de porco preto. Depois há que contar com as saladas e sobremesas que incluem seis doces diferentes acompanhadas por mais cinco qualidades de frutas. Uf! No final do almoço, sempre bem regado por vinho à descrição, convém guardar forças para os digestivos.

Bem confeccionado, o banquete é de respeito e muito bem servido, tornando-se compreensível porque é que ainda nenhum cliente saiu do restaurante sem pagar a conta.

Domingo a cena repete-se, mas desta vez são as carnes do cozido que saciam o apetite. E depois de tamanha folia, é justo que encerre portas às segundas-feiras para descanso do pessoal.

Ao longo da semana a ementa vai variando entre Arroz de pato com laranja no forno, Bacalhau à campino, Novilha da lezíria no tacho com arroz de feijão e Polvo à lagareiro com batata a murro, entre outros pratos da casa.

De terça a sexta-feira não é necessário fazer reserva e, dado curioso, é a partir das duas horas que a casa começa a registar maior movimento.

Contando apenas com 80 lugares e nem mais um, a sala é ampla e sossegada, rodeada de janelas em arcadas que nos abrem os horizontes para o campo. Nos dias de provas equestres, é possível observar os cavalos e cavaleiros a transpor obstáculos no picadeiro.

Uma sugestão a reter, sem dúvida alguma, principalmente para um sábado ou domingo muito bem passado.


REPORTAGEM ACTUALIZADA EM MARÇO DE 2010

2003-10-28
Seja o primeiro a avaliar