PORTUGAL FAZ-LHE BEM

de 12
ver todos
Ver
mapa

Praia de Espinho Baía

de 12
ver todos

Praia urbana de areal extenso, escolhida por muitos pelas suas condições para a realização de desportos como o bodyboard, o surf ou até mesmo o voleibol de praia. É frequentada essencialmente por jovens.

Bandeira Azul: Sim
Facilidade de Estacionamento: Tem parque de estacionamento.
Localização e acessos: Rua 33, em Espinho
Observações: Animação cultural e desportiva.
Serviços de apoio disponíveis: Acesso a deficientes, Aluguer de toldos, espreguiçadeiras, Bar, Duches, Instalações sanitárias, Bodyboard, Surf, Restaurante, Praia vigiada, Parque de campismo, Voleibol de praia
Tipo de praia: Marítima
Título: Ponto de encontro dos jovens
Código Postal: 4500 ESPINHO
Distrito: Aveiro
Concelho: Espinho
Freguesia: Espinho

3º Passeio Caixa Carbono Zero - Da praia de Espinho ao Cabedelo


Passear junto ao Atlântico


Rui Nogueira

É um dos mais bonitos passeios à beira-mar portugueses. Começa na praia de Espinho e corre sempre pelo areal (ou junto a este) até à foz do Douro, no Cabedelo (margem esquerda). A ecopista foi construída de forma a permitir apreciar a paisagem da beira-mar sem impactos ecológicos negativos. Por isso multiplicam-se os viadutos em madeira e os traçados sobre-elevados, graças aos quais dunas e linhas de água são transpostos sem problemas. Nas zonas em que o percurso se desenvolve pelo areal, a solução encontrada foi curiosa: assentar na areia as pesadas e resistentes travessas de madeira da antiga Linha da Póvoa de Varzim. Ao longo de todo o traçado não faltam esplanadas, bares e restaurantes para recuperar forças ou apanhar um pouco de ar puro.

Região: Porto (Norte de Portugal)
Como chegar: Pela A1 ou A29 a partir de Lisboa ou do Porto, derivando para Espinho
De comboio: Pela Linha do Norte saindo em Espinho
Início: Paredão ribeirinho de Espinho
Fim: Cabedelo, com opção de prosseguir a caminhada até à Afurada e ao Cais de Gaia
Época aconselhada: Todo o ano
Extensão: 16 km (mais 2 km à Afurada e outros 2 km ao Cais de Gaia)
Características: Passeio em linha por ecopista ribeirinha
Sinalização: O traçado da ecopista é evidente e está sinalizado em toda a sua extensão
Dificuldade: Médio/fácil
Outros: Piso de madeira (antigas travessas ferroviárias) em parte do traçado ribeirinho; piso sintético a partir de Lavadores (e até Afurada e Gaia)
Cartas: 1/25.000 do IGOE: 122 e 133

Cartão Caixa Carbono Zero: o cartão que enCaixa na Natureza. Saiba mais.

Para quem goste de passear à beira-mar, este será, talvez, o percurso perfeito. Primeiro, pela beleza da paisagem, sempre com o mar à vista. Depois, porque permite adequar a extensão da caminhada ao tempo e à forma física de cada um, sobretudo porque, pelo menos até à Granja ou a Miramar, a Linha do Norte não está longe e nada mais simples que apanhar o comboio, seja para regressar ao ponto de partida seja, por exemplo, para seguir até à cidade do Porto.

Finalmente porque para os bons andarilhos é sempre possível prolongar o itinerário desde o Cabedelo até ao Cais de Gaia, neste caso com mudança completa de cenário: em vez das ondas do Atlântico a corrente do rio Douro e o casario do Porto antigo, Património da Humanidade.

A primeira parte do passeio, ao longo do paredão ribeirinho de Espinho, pode considerar-se um mero aquecimento. O percurso propriamente dito começa cerca de 1,5 km a norte, em São Félix da Marinha (que, embora às portas da cidade, já é concelho de Vila Nova de Gaia). A pista ganha logo o seu perfil característico, com as paliçadas, os viadutos e escadarias de madeira e as pontes sobre os muitos cursos de água que aqui desembocam.

2010-08-11
Seja o primeiro a avaliar